segunda-feira, 29 de julho de 2013

A ALEGRIA DE TESTEMUNHAR AS VITÓRIAS DE QUEM ESTÁ PERTO DE NÓS... MERECIDOS PARABÉNS A QUEM SOBE PELOS MÉRITOS!

Sexta-feira a noite participamos, eu, minha mulher Rachel e Deodato Neto, da festa de Colação de Grau da nossa querida Natália Andrade. Parece que foi ontem quando, em Boa Viagem, correndo o ano de 1996, essa garota tímida, recatada e sempre muito responsável e aplicada, começou a trabalhar comigo. Durante quase duas décadas tem partilhado da minha caminhada e contribuindo, particularmente com sua paciência e disponibilidade, de torná-la mais suave. Nesses dezessete anos nunca levantamos a voz um para o outro. Ainda que muitas até pudéssemos estar irritados, contrariados, não tanto pelas atitudes de um ou do outro, mas pelas dificuldades da vida, do dia a dia... Veio para Fortaleza em 2005, quando fui nomeado para assumir a Procuradoria Geral do Município e levei comigo a minha secretária daqui de Fortaleza (já comigo há quase 25 anos) - por coincidência também uma "Andrade" (Conceição Andrade), a convidei para vir assumir o nosso escritório em Fortaleza. Perdemos a Natália e ganhamos a sua irmã Cristina Andrade, que passou a comandar o nosso escritório em Boa Viagem. Com a mesma garra, esforço, dedicação e responsabilidade da irmã. A família tem pedigree!
A "frágil" garota Natália não se deixou intimidar pelas naturais dificuldades, pelo temor de vir morar sozinha, sem o aconchego da sempre dedicada e protetora família. Topou. Aliou o trabalho com o estudo e logo ingressou na Faculdade para cursar Direito, que agora, com o melhor aproveitamento possível, conclui para satisfação, alegria, orgulho (o bom orgulho) de sua querida e linda família, e nosso também. Eu e a Rachel nos sentimos um pouco pais nesse momento e nos regozijamos com essa vitória da nossa querida Natália Andrade. Agora é a nossa colega advogada Natália Andrade, que, com certeza, será uma brilhante advogada ou qualquer outra operadora do direito, se resolver partir para disputar concursos públicos. Talento e força de vontade não lhe faltam! Que tenha todo o sucesso do mundo!
 Francisco Solano (pai da Natália)Cristina Andrade (assumiu o lugar da Natália no nosso escritório de Boa Viagem)Deodato RamalhoRachel Ary M. Ramalho e Lourdes Andrade (mãe da Natália).

4 comentários:

Narcé. disse...

Parbéns Natália,voce merece muito mais.Este seu sorriso e seu compromomisso darão a voce muitos sucessos , estou muito feliz por voce. Um forte abraço.

Amâncio José disse...

Eu sou testemunha da luta da Natália para chegar onde está. Conheci a Natália no ano 2000 quando fui candidato a prefeito. O Deodato disponibilizou o escritório de Advocacia em Boa Viagem para ser o nosso suporte jurídico. Nem sempre o Deodato podia está em Boa Viagem para fazer as petições e lá estava a Natália sempre voluntariosa respondendo as intimações da Justiça Eleitoral. Sempre com muita competência, naquela campanha ganhamos quase todas as nossas demandas eleitorais. De mudança para Fortaleza a Natália que é minha vizinha, se dedicou aos estudos e ao escritório do companheiro Deodato e com muita competência soube manter o nome do Escriotório no top dos melhores do Ceará. Não se surpreendam se daqui a alguns dias, meses, a Dra. Natália seja aprovada em um concurso para Juíza ou outra área do Direito. Eu não tenho dúvidas da competência dela. Eu acredito. Parabéns Natália, aliás, Dra. Natália. Abraços.

Carlos disse...

VOCÊS JÁ VIRAM UMA COISA EU NÃO CONHEÇO NINGUÉM QUE TRABALHE COM O DR. DEODATO RAMALHO QUE NÃO DIGA SÓ COISAS BOAS DELE? UMA PESSOA DO BEM SÓ TRÁS COISAS BOAS PARA AS PESSOAS QUE TRTABALHAM COM ELA,POIS NUM CRESCE SOZINHA. PARABENS NATALIA.

Anônimo disse...

"Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei

Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo."

-Bertold Brecht