quarta-feira, 31 de março de 2010

GOVERNO DO TASSO NO CEARÁ FAZ ESCOLA NO GOVERNO DO SERRA EM SÃO PAULO. PREPOTÊNCIA E AUTORITARISMO.


Petistas barrados em evento
31 Mar 2010 - 01h10min
Cerca de 60 integrantes do PT foram barrados ontem na altura do quilômetro 25 da Rodovia Anchieta, por cerca de 20 homens da Força Tática, no acesso à cerimônia de vistoria do Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, da qual participou o governador José Serra (PSDB).

Os petistas chegaram por volta das 10h15min em um ônibus fretado, que ficou parado no acostamento por meia hora. O veículo vazio acabou autorizado a entrar, mas os petistas permaneceram barrados. O presidente do partido em São Bernardo do Campo, Wanderley Salatiel, tinha em mãos um convite para o evento, que disse ter recebido por email do secretário estadual dos Transportes, Mauro Arce. ``A obra é aberta ao povo. Não podem nos barrar``, reclamou. Segundo ele, o grupo foi prestigiar o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT). ``A obra tem verba do Governo Federal. É justo que participemos da cerimônia. Não viemos tumultuar``. Segundo os PMs, o bloqueio ocorreu por ``ordens superiores``.

Apesar do esquema de segurança, dez manifestantes do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo (Apeoesp) atrapalharam o protagonismo de Serra. Discretos, entraram no evento e só revelaram a presença quando o locutor anunciou o discurso de Serra. Os manifestantes começaram a apitar e a gritar palavras de ordem.


VAMOS NÓS: Os governos do PSDB, embora travestidos de democratas, faz escola nesse tipo de ação autoritária e, portanto, ilegal. Como advogado não foram poucas as vezes em que eu tive que atuar em favor de movimentos sociais que eram impiedosamente barrados por ordem do governador Tasso Jereissati. Na época não interessava se o grupo tivesse crianças e mulheres, o governo utilizava a polícia militar ou a polícia rodoviária para reter os veículos que transportavam esses manifestantes. Relembrar é sempre preciso!

terça-feira, 30 de março de 2010

O BRASIL NÃO PODE PARAR... NEM VOLTAR AO PASSADO!


Ceará terá ao menos R$ 22 bi do PAC 2
Desse total, R$ 22 bilhões deverão ficar com a refinaria Premium II. Outras cinco obras dividirão R$ 1,18 bilhão
Jornal O POVO - Tiago Coutinho tiagocoutinho@opovo.com.br30 Mar 2010 - 01h15min

O Estado do Ceará conseguiu emplacar, pelo menos, seis projetos para o Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC2), num total de R$ 22,18 bilhões. A informação é do deputado federal José Guimarães, coordenador da bancada cearense no Congresso Nacional. O programa, lançado na manhã de ontem, tem previsão de R$ 1,59 trilhão para ser gasto pelo Governo Federal entre 2011 e 2015. Do montante destinado ao Ceará, R$ 21 bilhões se concentram exclusivamente para a construção da refinaria Premium II. Outras cinco obras dividirão R$ 1,18 bilhão. A maior fatia vai para o projeto Cinturão de Águas do Ceará (R$ 600 milhões) que consiste na construção de canais que permitirá a adução das águas transpostas do Rio São Francisco para o território cearense. Para a restauração da BR 222, estão previstos R$ 149 milhões, além de outros R$ 81 milhões na duplicação da mesma estrada, no trecho que dá acesso ao Pecém. Ainda em estradas, o anel viário da BR 020, no entorno de Fortaleza, deverá a partir de 2011 receber um investimento de R$ 60 milhões. Segundo José Guimarães, outros projetos, como um novo Terminal de Passageiros no Aeroporto Internacional Pinto Martins, a Ampliação do Aeroporto de Juazeiro, e a construção do Anel Viário da Região do Cariri, ainda buscam um espaço nas cifras do PAC2.

A construção de um novo trecho na Transnordestina que ligue as cidades de Missão Velha e Pecém também está previsto. O deputado informou que os projetos ainda estão sendo finalizados. De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério das Cidades, apenas os projetos de energia e transporte são definidos pelo Governo Federal. O planejamentos de novos projetos, nas demais áreas, serão analisados, a partir de maio, em parceria entre os Estados, os Municípios e o Ministério das Cidades. De cara nova Do R$ 1,59 previsto para o PAC 2, R$ 958,9 bilhões serão gastos entre 2011 e 2014. Os outros R$ 631,6 bilhões estão previstos para após esse período. A grande prioridade de investimento é para a energia, com R$ 1,09 trilhão. O segundo maior gasto proposto pelo Governo Federal fica na área de habitação, com R$ 278,2 bilhões.

A novidade do programa está na inclusão do programa Comunidade Cidadã, com construção de creches, praças, unidades de Saúde e polícia comunitária. No total, serão destinados 23 bilhões em projetos dessa área.

NÚMEROS

57.1 BILHÕES SERÃO INVESTIDOS NA ÁREA DE SANEAMENTO E PAVIMENTAÇÃO 30.6 BILHÕES VÃO PARA O PROGRAMA DE ÁGUA E LUZ PARA TODOS 23 BILHÕES SERÃO DESTINADOS AO PROGRAMA COMUNIDADE CIDADÃ CUSTO DOS PROJETOS PARA O CEARÁ

Açude de Fronteiras em Crateús - R$ 290 milhões

Restauração de BR 222 - R$ 149 milhões

Anel viário da BR 020, no entorno de Fortaleza

- R$ 60 milhões Duplicação da BR 222, acesso ao Porto do Pecém

- R$ 81 milhões Refinaria Premium II

- R$ 21 bilhões Cinturão de Águas do Ceará

- R$ 600 milhões

Obras ainda previstas para incluir no PAC Inclusão um novo Terminal de Passageiros no Pinto Martins

- projeto ainda não elaborado Ampliação do Aeroporto de Juazeiro - R$ 50 milhões Anel Viário da Região do Cariri - R$ 90 milhões

- Criação do trecho da Transnordetse entre Missão Velha e Pecém - projeto ainda não elaborado Fonte: coordenação da bancada federal cearense em Brasília.

domingo, 28 de março de 2010

RECUSADO PARA DISCURSAR NO LANÇAMENTO DA CAMPANHA DO PSDB FHC LEMBRA QUE SERRA FOI SEU MINISTRO E, PORTANTO, TAMBÉM FOI RESPONSÁVEL PELO SEU GOVERNO.




28/03/2010 - Do blog do Josias de Souza.
Há uma ‘macumba’ shakeasperiana na trilha de Serra
O grão-tucano José Serra está a um passo de sua segunda candidatura presidencial. No caminho de Serra há uma macumba.
A farofa exala naftalina. A galinha preta cacareja um dilema de 2006, de timbre shakespeariano: Ser ou não ser FHC?
Armou-se para 10 de abril a aclamação de Serra. Convidado para a pajelança, FHC não terá acesso ao microfone. Deseja-se escondê-lo.
Mantida essa decisão, ainda que Serra plante bananeira no palco, nada chamará mais atenção do que o silêncio do sábio da tribo.
Ladino a mais não poder, Lula traçou um risco no chão da sucessão. Cuspiu na linha. E chamou FHC para a briga.
“Nós contra eles”, disse Lula à sua tropa. A era petê versus o ciclo peéssedebê. Dilma ‘da Silva’ Rousseff contra José ‘Cardoso’ Serra.
Para regozijo de Lula, o tucanato mordeu a isca. Pôs-se a perguntar: o que fazer com FHC? Decidiu levá-lo ao armário.
No esforço que empreende para fazer de FHC um coadjuvante de sua história, o tucanato adorna o próprio dorso com a plumagem de outro pássaro.
FHC julga-se um colecionador de façanhas: o Real, as privatizações, a estabilidade econômica, a Lei de Responsabilidade Fiscal...
Considera-se merecedor de uma estátua. Mas os tucanos, pardais de si mesmos, preferem sujar, com desenvoltura dialética, a testa do seu líder.
Repete-se em 2010 o erro que levou Alckmin a ter menos votos no segundo turno de 2006 do que amealhara no primeiro round.
O Lula de quatro anos atrás jogara no chão a casca de banana da comparação. E o tucanato escorregara gostosamente.
As pesquisas informam que o governo FHC, a despeito dos méritos, não deixou saudades. O eleitor rejeita o ex-presidente.
Ex-ministro de FHC, Serra foi vítima dessa aversão na sucessão de 2002. Repaginado por Duda Mendonça, Lula surrou-o.
Submetido à esperteza plebiscitária de Lula, o Serra-2010 tem dois caminhos: ou explica os êxitos da era FHC ou foge de um debate incontornável.
Se optar por repetir o Alckmin-2006, jogando o passado sob o tapete, arrisca-se a comparecer à disputa sem cara. Ou por outra, Serra pode virar a mula sem cabeça da eleição.
“As pessoas aprendem com a vida”, disse FHC na semana passada. Acha que o presidenciável de seu partido tem a obrigação de defendê-lo.
Por quê? “O Serra tem um compromisso, porque ele [ex-ministro do Planejamento e da Saúde] foi parte ativa do que se fez”.
Faz sentido. Diz o senso comum que “errando é que se aprende”. Mas, tomado pelos primeiros movimentos, o PSDB parece decidido a adaptar o brocardo.
Para o tucanato, é “errando é que se aprende... A errar.” Com dois fracassos presidenciais sobre os ombros, o PSDB aposta, de novo, no erro.
Retorne-se ao início: No caminho de Serra há uma macumba. Ainda há tempo para remodelar a encruzilhada.
Um bom recomeço seria convidar FHC para dizer meia dúzia de palavras na pajelança de 10 de abril.

REFORMA POLÍTICA SÓ NÃO BASTA, EMBORA IMPORTANTE. VOTO CONSCIENTE DO ELEITOR É O REMÉDIO.

28/3/2010
Diário do Nordeste - Tarcísio Holanda
Elite desencantada com desgaste da imagem
A desgastante imagem do Congresso na opinião pública e a ausência de vontade política para aprovar uma reforma política, a única forma de resolver nossa crônica crise institucional, são apontadas como as causas principais que levaram parlamentares do primeiro plano da elite política a decidirem não disputar a reeleição. Entre eles, estão políticos de tendências bastante diferentes, mas que se caracterizam pelo espírito público e uma boa formação intelectual, como os deputados Fernando Coruja (SC), atual líder do PPS na Câmara, José Eduardo Cardozo (SP), secretário geral do PT, Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) e Roberto Magalhães, do DEM, ex-governador de Pernambuco.
"Nosso sistema político gera uma relação promíscua entre o doador e aquele que recebe e é a porta de entrada da corrupção" José Eduardo Cardozo, Secretário geral do PT.
Regras incoerentes
Os deputados José Eduardo Cardoso, Fernando Coruja e Roberto Magalhães se consideram desencantados com o exercício do mandato parlamentar, no qual tanto apostaram, mas principalmente com as incoerentes regras eleitorais e uma notória má vontade da maioria em aprovar uma reforma eleitoral que torne mais autêntica a representação popular. Também se insurgem contra a ditadura ilegítima das maiorias nas duas Casas do Congresso, a qual impõe no Poder Legislativo vontades e caprichos do Poder Executivo, além da já desgastada imagem dos políticos de modo geral junto à sociedade.Político é bandido?
O deputado Ibsen Pinheiro, ex-presidente da Câmara e um dos melhores quadros da atual legislatura, diz que anunciou sua decisão de não concorrer a um novo mandato de deputado federal para não cair no equivocado processo de captação de fundos para a campanha eleitoral, que submete o candidato a tantos riscos.
"Cinquenta por cento dos atuais parlamentares não vão voltar. Os outros 50% vão aos Tribunais por causa do obscuro financiamento de campanha. Já demonstrei que discordo do atual sistema eleitoral. Estou fora disso" - declara o deputado Ibsen Pinheiro.
Falta de vontade
José Eduardo Cardozo aponta como fator principal de seu desencanto a falta de vontade política para fazer a reforma política. Lembra os altos custos de uma campanha eleitoral de candidato a deputado e a dificuldade que existe no Congresso para aprovar um sistema transparente de financiamento público. Também cita a crença generalizada na opinião pública de que todos os políticos são bandidos: "Nosso sistema político gera uma relação promíscua entre o doador e aquele que recebe e é a porta de entrada da corrupção. É uma máquina de moer boas intenções, que abate e desanima".
Político relegado
O deputado Fernando Coruja, líder do PPS na Câmara, está no 3º mandato e sentiu a hora de encostar a chuteira, argumentando que a representação parlamentar não é mais capaz de responder à sociedade e que é necessário conceber outros sistemas de representação. Coruja comenta o que acha errado: "A separação clássica de poderes e a democracia representativa emitem sinais de que estão se esgotando. O poder político vai se tornando cada vez menos importante na sociedade. Deu-se espaço demasiado ao poder econômico, de tal sorte que o Congresso fica discutindo para onde vai o dinheiro".RepresentaçãoComo não existem instituições políticas estáveis, o Poder Executivo faz de tudo para construir maiorias. Roberto Magalhães comenta: "Uma coisa é o partido ter maioria e ganhar. Outra coisa é o presidente ou o governador não ter maioria e, em razão do que pode oferecer, se transformar em majoritário dentro das Câmaras e Assembleias e fazer o que bem entende. A maioria, convalidando o que vem do Planalto ou convalidando em caso de acordo para votar a favor ou contra, vai legitimando o processo, fazendo com que tudo pareça democrático, mas é uma decisão de rolo compressor".

sábado, 27 de março de 2010

QUE A REALIZAÇÃO DA JUSTIÇA ALIVIE A DOR DESSAS FAMÍLIAS.


Após condenação, casal Nardoni volta para penitenciária de Tremembé27 de março de 2010 • 03h27 • atualizado às 08h28
Comentários
Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá chegaram por volta das 3h deste sábado à penitenciária de Tremembé, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo.
Após cinco dias, o julgamento que parou o Brasil chegou a um veredicto: Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá foram condenados na madrugada deste sábado pela morte de Isabella Nardoni, 5 anos, filha e enteada dos réus. No júri, realizado no Fórum de Santana, o casal foi apontado como responsável por agredir, estrangular e jogar a menina do sexto andar do edifício London, na zona norte de São Paulo, em 29 de março de 2008.
O juiz do caso, Maurício Fossen, definiu a pena de Alexandre Nardoni em 31 anos, um mês e dez dias em regime fechado, enquanto a de Anna Carolina Jatobá foi de 26 anos e oito meses. Os dois foram condenados também a oito meses de prisão em regime semiaberto por fraude processual. Nardoni pegou pena maior por ter praticado o crime contra sua filha. A sentença, proferida por volta das 0h40, foi comemorada por cerca de 200 pessoas que acompanhavam a movimentação do julgamento. Os réus não poderão recorrer em liberdade.
JulgamentoDurante o julgamento, a defesa do casal Nardoni tentou provar que uma terceira pessoa entrou no apartamento dos acusados, agrediu Isabella, cortou a tela de proteção e jogou a menina pela janela. O advogado Roberto Podval não procurou explicar quem praticou o homicídio, ressaltando apenas que faltavam provas concretas para ligar o casal à autoria do assassinato.
Utilizando dados técnicos, como horários de telefonemas e do GPS do carro de Nardoni, o promotor Francisco Cembranelli defendeu no julgamento que seria impossível que os acusados não estivessem no apartamento no horário em que Isabella foi jogada da janela.
Com a cronologia de horários, Cembranelli conclui que era impossível Alexandre Nardoni, em menos de 1 minuto, entrar no apartamento, andar pelos quartos e verificar pela janela que a filha estava caída, sem esbarrar com uma terceira pessoa.
A estratégia fracassada da defesa foi baseada nas primeiras declarações dadas por Nardoni à policia na noite do crime. Segundo as investigações do caso, o acusado estava nervoso no jardim do edifício London e dizia a todo momento que a polícia deveria encontrar o ladrão que havia invadido o apartamento e jogado a menina da janela.

sexta-feira, 26 de março de 2010

ZÉ SERRA PROCURA UM JEITO DE ESCONDER FHC DE SUA CAMPANHA.




26/03/2010 - 16h36
"Escondido" no PSDB, FHC descarta participar do dia a dia da campanha de Serra
TATHIANA BARBAR da Folha Online
Em meio a insinuações de que o PSDB estaria disposto a "esconder" Fernando Henrique Cardoso na campanha de José Serra à Presidência da República, o ex-presidente afirmou nesta sexta-feira que irá ao evento de lançamento da candidatura do tucano no dia 10 de abril, em Brasília. No entanto, FHC descartou participar do dia a dia da campanha de Serra.
"Desde que deixei a presidência, dou minha opinião, vou em um ou outro evento, mas não vou participar da campanha no dia a dia, não corresponde mais ao meu papel", disse FHC após palestra do Iasp (Instituto dos Advogados de São Paulo), no Hotel Renaissance, em São Paulo.
O tucano ainda minimizou as recentes declarações de que não discursaria no evento que irá lançar Serra ao Planalto.
"Isso não foi nem conversado, é conversa fiada. Só falo quando é necessário, já falo muito, falo o dia inteiro, isso depende do momento, quando tem muitos oradores, eu prefiro não falar, não por nada, é só para não cansar mais. Eu acho que numa festa como essa o importante é a mensagem do candidato, os outros vão ser acólitos, eu inclusive, vou estar lá para bater palma. Se for o caso de eu falar, eu falo, mas a fala mesmo que eu quero ouvir é de Serra."
Nesta semana, o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, afirmou que, além de Serra, somente os presidentes do DEM, PSDB e PPS vão discursar durante a cerimônia. Os tucanos querem passar a ideia de que candidatura do governador de São Paulo tem o apoio conjunto da oposição, numa ação que não é isolada do PSDB.
Vice
FHC também a comentou o impasse em torno do nome do vice para compor a chapa tucana na disputa. Segundo ele, a questão deve se arrastar até junho, quando haverá a convenção do partido.
"Até lá é prematuro, precisa ver como vão se colocar as várias forças, o candidato à Presidência deve ter uma palavra forte. O vice deve ter afinidade com o presidente, senão pode não funcionar."
A resistência do governador mineiro, Aécio Neves (PSDB), em aceitar ser vice de Serra na disputa acirrou a disputa no DEM pela vaga e ameaça produzir um racha no partido, já fragilizado pelo escândalo de corrupção no Distrito Federal.


VAMOS NÓS: É claro que será em vão a tentativa de esconder FHC e o PSDB da campanha do Zé Serra. O projeto neoliberal que eles englobam, que tem como fundamento o chamado estado mínimo, a total submissão dos interesses nacionais aos interesses do grande capital, o abandono das políticas sociais do governo Lula, estará no centro do debate, com a exposição de tudo que aconteceu nos oito anos de governo tucano. A comparação será inevitável. Por mais que tentem esconder o entreguista FHC da campanha tucana, não conseguirão...

quarta-feira, 24 de março de 2010

QUE SE FAÇA JUSTIÇA! NA ESTRITA ORDEM LEGAL DO PAÍS.


24/03/2010 - 17h22
Em depoimento, perita usa desenho para detalhar sangue encontrado na calça de Isabella
Rosanne D'Agostino

*Do UOL Notícias
Em São Paulo
A perita Rosângela Monteiro, do Instituto de Criminalística de São Paulo, que voltou a depor na tarde desta quarta-feira (24) no julgamento de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, após uma pausa para o almoço, desenhou em um quadro branco as marcas de sangue encontradas na calça da menina Isabella Nardoni, 5, morta em 2008. O depoimento da perita foi encerrado às 17h.
Defesa e promotoria resumem segundo dia
Veja mais vídeos sobre o caso
Fotos mostram movimentação no fórum
Trabalho da polícia e legista marcam segundo dia de júri do caso Isabella; fotos de corpo chocam presentes
Promotor: não há incoerência em depoimentos
Defesa aposta em interrogatório do casal
Segundo a perita, na perna direita da criança havia uma marca grande e redonda de sangue, o que indica que o gotejamento ocorreu quando ela estava parada, a uma distância pequena do ferimento. Na perna esquerda, havia um filete de sangue, o que indica que Isabella estava com a perna flexionada, também parada.
De acordo com a perícia, Isabella havia sido agredida na testa, entrou no apartamento carregada, foi arremessada contra o chão e, depois, jogada do sexto andar do prédio onde moravam o pai e a madrasta. Ambos negam ter matado a menina.
Questionada pela defesa do casal sobre a certeza da perita de que Alexandre seria o responsável pela morte da menina, ela respondeu que análises técnicas embasam sua afirmação.
O depoimento da perita é o último das testemunhas de acusação do caso e teve início às 10h25. Às perguntas do promotor Francisco Cembranelli, ela afirmou que marcas encontradas na camiseta que Alexandre usava no dia do crime são totalmente compatíveis com as do assassino que jogou Isabella pela janela. Disse também que sangue de Isabella foi encontrado em diversos pontos do apartamento.
Quem depõe nesse momento é o jornalista Rogerio Pagnan, da “Folha de S. Paulo”.
O que deve ainda acontecer no júri do ano

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá são réus por homicídio triplamente qualificado e fraude processual (entenda as acusações).

O julgamento teve início nesta segunda-feira (22), quando o casal se encontrou pela primeira vez desde maio de 2008, e deve durar até quinta-feira.
No primeiro dia ocorreram interrogatórios do processo. Também foi ouvido o testemunho-chave da acusação. Ana Oliveira, mãe de Isabella, chorou por pelo menos três vezes, provocou o choro de ambos os réus e relatou o amor de Alexandre pela filha e o ciúme que a madrasta teria da relação do marido com a menina e com sua ex-mulher. No segundo dia, o júri ouviu três testemunhas da acusação. Fotos do corpo de Isabella durante necropsia no IML (Instituto Médico Legal) chocaram algumas pessoas. A avó de Isabella, mãe de Ana Carolina Oliveira, chegou a deixar o plenário.

terça-feira, 23 de março de 2010

PAU QUE NASCE TORTO... (II)

Atendendo a inúmeros pedidos de ouvintes, internautas, blogueiros e outros curiosos, o vídeo da imoral, ilegal e acintosa apropriação privada de bens públicos desse nosso sofrido, explorado e sugado Município, foi parar no Youtube. Para vê-lo e copiá-lo basta acessar http://www.youtube.com/watch?v=X6wya7vUmXw

domingo, 21 de março de 2010

ASSUNTO DA SEMANA: JORNAL O POVO.

Qual a importância que o tema segurança terá nas próximas eleições estaduais e como a questão deverá ser abordada?
20 Mar 2010 - 19h20min
Descompromisso
Enquanto o tema segurança for tratado como bandeira demagógica e episódica para eleger candidatos que não têm nenhum compromisso com a segurança como política pública, os problemas nessa área só aumentarão. Espera-se que nas eleições estaduais, os candidatos ao Governo do Ceará superem ``o mais do mesmo`` em seus planos de governo e apresentem propostas capazes de operar mudanças nas entranhas das corporações policiais. A sociedade não tolera mais conviver com as eternas crises das polícias, com a falência de um modelo paralisado frente ao avanço da criminalidade e da violência. As mudanças na segurança passam pelas mudanças das estruturas arcaicas e resistentes das polícias estaduais.
GLAUCÍRIA MOTA BRASIL
Professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece)

Urgência
A segurança pública não pode ficar fora de nenhum programa de governo e, muito menos, dos debates eleitorais. Embora as causas da violência estejam relacionadas a questões socioeconômicas, como a ausência do Estado em determinadas comunidades, falta de escola, emprego e oportunidades, além de enfrentar estes problemas, com propostas e soluções de longo prazo, é preciso discutir o que se fazer de imediato, com a violência do dia-a-dia. Que medidas podem ser implementadas imediatamente para combater a criminalidade que está aí, às nossas portas. É dever do Estado, mas também direito e responsabilidade de todos, como nos fala a Constituição Federal, encarar a segurança pública com a urgência que ela está a merecer.
TASSO JEREISSATI
Senador e pres. da Subcomissão de Segurança Pública do Senado Federal


Prioridade
Segurança e políticas sociais são temas que devem caminhar juntos na proposta de qualquer governo. Um projeto pautado na garantia do acesso à educação é, sem dúvida, uma política social e de segurança. Os candidatos devem levar em conta os avanços da gestão atual. O governo Cid encontrou a segurança sucateada e está investindo em melhorias. O mais importante é que haja uma integração com a sociedade, para que o investimento estrutural esteja ao lado da mudança cultural. Destacamos: 3.500 novos profissionais, construção de 50 delegacias, da Academia da Polícia Militar, da divisão de homicídios e de combate ao tráfico de drogas, criação da perícia forense e, em breve, a incorporação de 2000 policiais, já em treinamento. Tudo isso é priorizar a segurança.
NELSON MARTINS
Deputado estadual (PT) e líder do Governo na Assembleia


Áreas sociais
O tema segurança pública sempre envolve e mobiliza a sociedade. Os últimos governos federais e estaduais não se preocuparam em investir como o setor merece. Ressalte-se que nos governos Lula e Cid Gomes houve um investimento significativo. Porém, é necessária a interface com educação, profissionalização, lazer e geração de emprego e renda, além da participação efetiva da família, das igrejas e da sociedade como um todo. Coloca-se apenas no poder público a responsabilidade quando ela é de todos nós, desde a escolha do governante até a discussão dos problemas com participação democrática. Mais do que nunca, cada um deve fazer sua parte. WELINGTON LANDIM
Líder do bloco parlamantar PSB-PT-PMDB na Assembleia Legislativa


Visão
Ouvir a sociedade civil enquanto vítima indireta dará uma visão ampla sobre combate e causas da violência. Denúncia, busca por justiça, luta em prol dos direitos humanos, reações diante da injustiça são ações transformadoras que devem ser visadas pelo governo como forma de combate à impunidade. E a aplicação da lei é necessária para garantir a segurança.
CYNTIA GOMES
Fundadora da Associação de parentes e amigos de vítimas de violência (APAVV)


Alívio
Segurança pública, irremediavelmente, deverá ser um dos temas mais debatidos em face das eleições estaduais que se avizinham o que se justifica, marcadamente, em função dos exorbitantes índices de criminalidade enfrentados pela população, não só do Ceará, mas do Brasil como um todo. A sociedade está a clamar por segurança. Políticas públicas voltadas para a área social aliadas a um sistema que redimensione e potencialize as ações de polícia judiciária ensejando que, através de um inquérito policial bem produzido, se proporcione ao Ministério Público a oferta de uma ação penal consistente e ao Poder Judiciário a produção de uma sentença rigorosa. Diminuindo-se, assim, a impunidade, certamente, haveria um alívio para o cidadão cearense.
MILTON CASTELO
Presidente do Sindicato dos delegados da Polícia Civil do Estado do Ceará

PARA VER SE, PELO MENOS, DÓI NA CONSCIÊNCIA (V)

Temos recebido algumas mensagens contendo o nomes de mais boa-viagenses na folha de pagamento da Assembléia, com a indicação de que se tratam de pessoas que ganham sem trabalhar, apadrinhadas dos esquemas de corrupção que ainda predominam em nosso Município. Contudo, os quatro últimos nomes mencionados não constam na relação constante no site da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará. Sugerimos aos mensageiros que indiquem em qual local do site da Assembléia foram encontrados esses nomes para que possamos checar a informação.

sexta-feira, 19 de março de 2010

DIA 19: VIVA SÃO JOSÉ...


(Do Blog do Eliomar de Lima )

Nesta sexta-feira, o povo do Ceará comemora o dia de seu padroeiro, São José. Momento de orações e, principalmente, de olhar pro céu e pedir pra chover, mas chover de mansinho que é pra ver se nasce uma planta no chão.

quarta-feira, 17 de março de 2010

POR FALAR EM DESONESTIDADE...

A Flor da Honestidade
Conta-se que por volta do ano 250 a.c, na China antiga, um príncipe da região norte do país, estava às vésperas de ser coroado imperador, mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar.Sabendo disso, ele resolveu fazer uma "disputa" entre as moças da corte ou quem quer que se achasse digna de sua proposta.No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia, numa celebração especial, todas as pretendentes e lançaria um desafio.Uma velha senhora, serva do palácio há muitos anos, ouvindo os comentários sobre os preparativos, sentiu uma leve tristeza, pois sabia que sua jovem filha nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe.Ao chegar em casa e relatar o fato à jovem, espantou-se ao saber que ela pretendia ir à celebração, e indagou incrédula :
- Minha filha, o que você fará lá? Estarão presentes todas as mais belas e ricas moças da corte.Tire esta ideia insensata da cabeça, eu sei que você deve estar sofrendo, mas não torne o sofrimento uma loucura.E a filha respondeu :- Não, querida mãe, não estou sofrendo e muito menos louca, eu sei que jamais poderei ser a escolhida, mas é minha oportunidade de ficar pelo menos alguns momentos perto do príncipe, isto já me torna feliz.À noite, a jovem chegou ao palácio.Lá estavam, de fato, todas as mais belas moças, com as mais belas roupas, com as mais belas joias e com as mais determinadas intenções.Então, finalmente, o príncipe anunciou o desafio :- Darei a cada uma de vocês, uma semente.Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor, será escolhida minha esposa e futura imperatriz da china.A proposta do príncipe não fugiu às profundas tradições daquele povo, que valorizava muito a especialidade de "cultivar" algo, sejam costumes, amizades, Relacionamentos etc...O tempo passou e a doce jovem, como não tinha muita habilidade nas artes da jardinagem, cuidava com muita paciência e ternura a sua semente, pois sabia que se a beleza da flores surgisse na mesma extensão de seu amor, ela não precisava se preocupar com o resultado.Passaram-se três meses e nada surgiu.A jovem tudo tentara, usara de todos os métodos que conhecia, mas nada havia nascido.Dia após dia ela percebia cada vez mais longe o seu sonho, mas cada vez mais profundo o seu amor.Por fim, os seis meses haviam passado e nada havia brotado.
Consciente do seu esforço e dedicação a moça comunicou a sua mãe que, independente das circunstâncias retornaria ao palácio, na data e hora combinadas, pois não pretendia nada além de mais alguns momentos na companhia do príncipe.Na hora marcada estava lá, com seu vaso vazio, bem como todas as outras pretendentes, cada uma com uma flor mais bela do que a outra, das mais variadas formas e cores.Ela estava admirada, nunca havia presenciado tão bela cena.Finalmente chega o momento esperado e o príncipe observa cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção.Após passar por todas, uma a uma, ele anuncia o resultado e indica a bela jovem como sua futura esposa.As pessoas presentes tiveram as mais inesperadas reações.Ninguém compreendeu porque ele havia escolhido justamente aquela que nada havia cultivado.Então, calmamente o príncipe esclareceu :- Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma imperatriz.
A flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis.A honestidade é como uma flor tecida em fios de luz, que ilumina quem a cultiva e espalha claridade ao redor.
PENSE NISSO E TENHA UM BOOM DIIA!!

Estaleiro – Secretário do Meio Ambiente repudia parecer da OAB sobre o projeto

Rir pra não chorar.

(Blog do Eliomar de Lima)
O secretário municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam), Deodato Ramalho, nos manda nota lamentando a postura da OAB do Ceará com relação ao projeto do futuro estaleiro na praia do Titanzinho. A OAB defende mudanças no Plano Diretor da cidade para que o estaleiro seja instalado. Confira a posição do secretário:
Lamentável, para dizer o mínimo, essa postura da OAB. Não falo apenas pelo fato de haver descumprido, a Ordem, uma regra de seu próprio estatutato que, em matéria de meio ambiente, é clara quando define o seu papel de defesa dos interesses ambientais.
Vale dizer, ao contrário de “indicar o caminho” para agredir o meio ambiente, ela deveria lutar pela prevalência do interesse coletivo.
Pior: mesmo tendo recebido um ofício da Secretaria do Meio Ambiente para as posições da Prefeitura fossem ouvidas na sessão do Conselho, o senhor presidente da OAB deu calado como resposta.
Não é demais registrar, ainda, que esse parecer já tinha sido mencionado pelo deputado Carlomano Marques, dia 03.03, na Assembléia, cuja defesa do empreendimento PRIVADO foi balizada nesse parecer.
Aliás, no debate ocorrido na Assembléia o Dr. Laércio Noronha se portou o tempo inteiro como uma espécie de assessor do deputado Carlomano.
Enfim, a OAB navega hoje em outros mares que não os mares dos sublimes interesses coletivos.
Deodato Ramalho
Secretário Municipal de Meio Ambiente e Controle Urbano.

DETALHE – Deodato havia pedido para participar dessa reunião da OAB. Mandou até ofício, mas só recebeu retorno uma hora e vinte minutos depois que esse encontro havia começado. Ou seja, não deu para comparecer.

segunda-feira, 15 de março de 2010

PAU QUE NASCE TORTO...

Impressionante. O mau uso dos bens públicos em Boa Viagem está cada vez mais banalizado. A desfarçatez não conhece limites. Pratica-se a imoralidade à luz dia. Chega-se ao despudor de praticá-lo à vista de todos. Mais ainda: na calçada colada ao Pórtico do Fórum Judicial; a trinta metros da sede do Ministério Público. Vejam o vídeo abaixo que mostra uma mangueira levando água da Prefeitura Municipal de Boa Viagem para abastecer uma obra da empresária e secretária do Município, irmã do prefeito Fernando Assef, senhora Ana Assef. Reagir é preciso. Parabéns ao cidadão ou cidadã que fez chegar esse vídeo à Rádio Liberdade.

video

sábado, 13 de março de 2010

PROFESSOR MOURÃO: ACRESCENTE AÍ A IMORALIDADE DOS SALÁRIOS PÚBLICOS SEM TRABALHO.

O que tem a ver o Caso Arruda, os escândalos financeiros e o assassinato da empresária?Publicado: 13 de março de 2010 às 10:41 Autor: Eliomar de Lima
O professor Antônio Mourão Cavalcante escreve artigo no O POVO deste sábado sinalizando que casos como escândalos financeiros, roubos e até assassinatos como o da empresária Marcela Montenegro são resultados de uma mesma matriz: todos querem levar vantagem em tudo. Confira:
“Não tenho dados estatísticos precisos, mas creio não estar errado quando afirmo que morre mais gente de forma violenta em Fortaleza, do que em Bagdá, capital do Iraque. Todos os dias somos assustados com novos acontecimentos. Parece um pesadelo sem fim. Ninguém sabe quem será a próxima vítima…
Não quero, nesse espaço, conduzir-me pela busca de culpados, apontando o dedo para aquele que deveria ser condenado. Isto é pouco producente. Prefiro entender de modo plural: somos uma sociedade doente. Assim como falamos, na Psiquiatria, em indivíduo esquizofrênico, depressivo ou psicopata; o mesmo podemos afirmar em relação a determinadas sociedades. Estamos enfermos. Somos uma sociedade que se dilacera. Uma nação que se autodestrói todos os dias. Por isso, não é exagero afirmar: estamos socialmente enfermos…
Existiram saídas? De imediato pensamos na polícia como solução. Mas, ela parece totalmente perdida. Não tem bíceps (músculos, força, repressão), nem tem neurônios (inteligência, dissuasão, comunicação, prevenção). Atordoada, não sabe como reagir. Ou ainda, os fatos sufocam a competência.
A longo prazo, torna-se imperativo construir um novo pacto social. O crime em que foi assassinada a jovem empresária tem uma mesma matriz que o caso do Governador de Brasília e dos dólares na cueca. Fazem parte da mesma tendência de afrouxamento e oportunismo que escolhemos como princípio fundador das nossas relações sociais. “O importante é levar vantagem em tudo.“ A vida perdeu seu valor. Tudo é absolutamente descartável e subornável. Otário é quem não tira proveito… Entre o honesto e o esperto, escolhemos a malandragem.
Mas, nem a aplicação das leis basta. Modificar a idade limite de ser menor é uma falsa questão. Resolve mais ter escola. Resolve mais os que erram serem punidos. Resolve mais termos um conjunto de regras e normas que emanam da Ética e não do oportunismo eleitoral. Onde as políticas públicas não respondem ao interesse coletivo, mas ao andamento das pesquisas.
Está na hora de entendermos que assim não dá. De repente, a esperteza vira um bicho e engole todos nós …
Antonio Mourão Cavalcante – Médico e antropólogo. Professor universitárioa_mourao@hotmail.com

A TIBIEZA DO PSDB.


Política - JORNAL O POVO.
Os contras e os prós dos resmungos de Ciro Gomes
Erivaldo Carvalho - erivaldo@opovo.com.br13 Mar 2010 - 00h39min
Praticamente virou bandeira do pré-presidenciável do PSB, Ciro Gomes. Sempre que tem oportunidade, o deputado federal solta os brados contra a sinalização de aliança entre PT e PMDB para a sucessão do presidente Lula. Especificamente, contra a determinação da cúpula nacional petista, que decidiu recentemente tratar com mão de ferro a parceria nos estados, impondo a qualquer preço a montagem de palanques com os aliados peemedebistas. Como argumento principal, Ciro cita interesses supostamente escusos que uniriam as duas forças políticas, cujos objetivos mútuos seriam a reprodução do poder pelo poder. Para ilustrar, Ciro costuma citar os estados de Minas Gerais, Maranhão e Rio Grande do Sul, onde já há nomes definidos para os governos estaduais, por parte do PT e PMDB. Mas que, em nome do projeto Dilma-2010, tais definições estão sofrendo pressões nacionais para serem revistas. Em princípio, procede a avaliação do representante do PSB. Afinal de contas, pelos pontos alegados por ele, não se sustentaria, moralmente, uma aliança na base do simples toma lá dá cá. Do tipo: ``PT, fique com o meu tempo de rádio e TV, que lá na frente nós peemedebistas cobraremos a fatura em ministérios, cargos e verbas``.
Há, pelo menos, dois pontos a destacar. Primeiro: sempre se lamentou que no Brasil são muito precários os projetos políticos a partir de partidos efetivamente nacionais. Que as siglas são meramente cartoriais, regionalizadas e que, grosso modo, nos períodos eleitorais, pendem para onde seus donos terão mais vantagens. Não seria essa, mesmo se considerando os argumentos de Ciro Gomes, uma oportunidade de se tentar começar a mudar isso? O segundo ponto envolve diretamente o próprio contexto em que o pré-presidenciável do PSB faz restrições aos arranjos PT-PMDB nos estados: com exceção do partido ao qual é atualmente filiado, Ciro está só. Isolado. Vacilantes, o PSB e o deputado viram, em brancas nuvens, a coalizão pró-Dilma formar-se. É de se supor que quem assistiu a isso, inerte, de camarote, tenha lá seus motivos para resmungar. Um extra: notem que Ciro nunca fechou a porta para o PMDB.
SINAL VERDE PRESSIONA PT
A propósito de interesses nacionais sobrepondo-se aos locais & ou vice-versa -, o Ceará vai consolidando suas peculiaridades nestas eleições. Além do fator Ciro Gomes, que deverá ter impactos diretos na formação do palanque do irmão pré-candidato à reeleição, governador Cid Gomes, principalmente na hipótese de Ciro sair candidato, esta semana assistimos a mais um desdobramento relevante na disputa para o Senado. O POVO, terça-feira, dia 9: ``PSDB acatará decisão de Tasso``. Pelo que disse o secretário-geral nacional tucano, deputado Rodrigo de Castro (MG), o senador cearense, que pleiteia a reeleição, tem sinal verde para fechar alianças locais, independentemente da disputa presidencial. O que significa isso? Que ficou mais próximo um acordo, formal ou não, envolvendo o governador e o senador. Tasso quer, Cid aceita e o PSDB libera. A repercussão direta da posição do secretário-geral do PSDB recai sobre o PT, que faz força para renovar a vice-governadoria e emplacar uma candidatura ao Senado. Tanto que o partido vive forçando para os tucanos brigarem com o Palácio Iracema. A pressão sobre os petistas ocorre, também e principalmente, por conta do mais sólido compromisso do governador até aqui: carregar o deputado federal Eunício Oliveira (PMDB) debaixo do braço, fazendo-o senador.
MELHOR DO QUE MARCAR POSIÇÃO
Do ponto de vista do pragmatismo político, é uma decisão inteligente deixar o caminho aberto para Tasso fechar com Cid. Argumentos contrários apontam que uma aliança entre os dois anularia um palanque para o presidenciável tucano no Ceará. E daí? Pelos atuais números de aprovação do governo Lula na região Nordeste e no Estado do Ceará & o que significa um potencial de crescimento da candidatura Dilma -, seria puro desperdício uma candidatura do PSDB ao Governo do Estado. Para o tucanato nacional, é muito mais valiosa uma cadeira na próxima legislatura em Brasília ocupada por um nome de peso, como Tasso, do que uma candidatura local, em um Estado periférico como o nosso, apenas para cumprir tabela. Apenas para marcar posição. Resta saber se, uma vez fechada essa ``coligação branca`` para o Senado incluindo Tasso, qual o raio de abrangência de tal acerto. Como ficariam os compromissos para a corrida visando às cadeiras na Assembleia Legislativa, por exemplo? Lembremos de que um terço do legislativo cearense é formado, atualmente, por deputados tucanos & todos reverenciadores do senador tucano. Com uma provável bancada muito menor, o partido terá muito menos poder de fogo.

GUIA, IBUAÇÚ. SÓ UM, OS DOIS OU NENHUM? RESULTADO DA ENQUETE.

Guia e Ibuaçu devem ser Municípios?
Só a Guia: 2 (3%)
Só o Ibuaçu 14 (21%)
Os dois 8 (12%)
Nenhum dos dois 42 (63%)

VEJA A NOVA ENQUETE! PARTICIPE! EXERCITE A CIDADANIA!
"Você acha correto uma pessoa ganhar dinheiro público sem trabalhar? Você votaria em gestor público que mantém esse tipo de atitude?"

PARA VER SE, PELO MENOS, DÓI NA CONSCIÊNCIA (IV)

(Crianças famintas)
Postamos, abaixo, os esclarecimentos prestados pela Karla, servidora comissionada da Prefeitura Municipal de Boa Viagem, a respeito da inclusão de seu nome na lista dá Assembléia Legislativa do Estado do Ceará:
"Trabalhei na assembleia até janeiro de 2009, isso quando residia em Fortaleza. Trabalhava no departamento de assistência social daquela casa, apenas o1 expediente pois estudava. Pedi exoneração para vir trabalhar em Boa Viagem, por isso só fui contratada aqui em março. Isso pode ser comprovado no departamento pessoal da Assembléia.
(...)
Colocar meu nome nessa lista é pura maldade, pois após ter sido publicada minha exoneração no diário oficial, meu nome foi automaticamente excluido do site da Assembléia. Eu sou funcionária da Prefeitura de Boa Viagem, EXCLUSIVAMENTE, e todos os dias estou no meu local de trabalho...QUEM QUISER ME VISITAR SINTA-SE A VONTADE PARA CONHECER O TELECENTRO COMUNITÁRIO. E só para concluir, eu também preciso trabalhar e o próprio Deodato é testemunha que eu pedi que TRABALHO a ele em Fortaleza, fiz entrevista e tudo. Bom era só isso. Esse assunto para mim morreu."
VAMOS NÓS: Como já escreveu um blogueiro, assim é que se faz. O assunto é de inegável interesse público, aí residindo a exigência moral e ética da prestação desses esclarecimentos. Como já afirmado, este blog publicará os esclarecimentos de todos os que estão nominados nessa famigerada lista. Sim, famigerada, pois é público e notórios que muitos dos nomes que ali se veem realmente ganham sem trabalhar. Registramos ainda que o Pablo Almeida também já mandou mensagem esclarecendo que trabalha, como jornalista, na área de comunicação da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará. Sugerimos à Karla que verifique o assunto na Assembléia, pois realmente o seu nome ainda consta no site daquela casa legislativa como contratada.

quinta-feira, 11 de março de 2010

PARA VER SE, PELO MENOS, DÓI NA CONSCIÊNCIA (III)

(Foto: criança da Etiópia)





(Foto: criança baiana)

Atualização da lista que agride todo cidadão de bom senso. Sempre ressalvando, evidentemente, aqueles casos em que o beneficiado realmente trabalha, o que apenas amenizaria a constrangedora situação, pois estar-se-ia diante de uma condenável política de empreguismo, porém sem uma infâmia moral, ética e até criminosa, quando se recebe dinheiro público sem prestar qualquer tipo de trabalho, como, por exemplo, o chamado salário-esposa de passado recente de Boa Viagem.

NOMES
ADELMO RODRIGUES FREITAS 020294 03
ADRIANA FERNANDES VIEIRA 006465 00
AGILEU LEMOS DE SOUSA 020725 03
AMANDA LIMA VIEIRA 009905 03
ANA LUCIA VIEIRA DINIZ 018878 03
CLARA ALVES PINTO 020729 03
CLAUDIA VIEIRA CARNEIRO 009542 03
DEBORA LIMA VIEIRA 020816 03
GERUSA RODRIGUES PIMENTEL
HOZANO MELO CAVALCANTE FILHO
JOSE AIRTO VIEIRA LIMA 020011 03
KARLA LETICIA SOARES FREITASKEYLA COSTA DE SOUZA CAVALCANTEKELYANNE VIEIRA DE OLIVEIRA
LEDJANE CAVALCANTE NORONHA
LARISSA PRADO DOS SANTOS BELARMINO 002867 03
LIANA PRADO DOS SANTOS 009880 03
LILLYAN DI CARLLY DE ALMEIDA ROCHA
MARIA ALZIRA LIMA VIEIRA 006611 03
MARIANA TAJRA ASSEF 002715 03
NATALIA TAJRA ASSEF 009709 03

NOVOS NOMES (ATUALIZAÇÃO)
ANNA KARLA CATUNDA DE SOUSA 020726 03
ANNA KAROLYNE CATNDA DE SOUSA 007208 03
ANTONIO ALMIR PEREIRA MOTA 006506 03
MARIA GUIOMAR CAVALCANTE DE FRANÇA 020303 03(GUIOMAR DO JACÓ)
ROSANA CLOTILDE VIEIRA FERNANDES 016676 00
SUELLEN CAVALCANTE DE SOUSA 017048 03 (FILHA DO WALKMAR LOBO E PASMEM ENFERMEIRA DO PSF COM CARGA HORARIA DE 40 H SEMANAIS NO PSF).
Será que ainda há outros nomes?

quarta-feira, 10 de março de 2010

PARA VER SE, PELO MENOS, DÓI NA CONSCIÊNCIA (II)


(Foto: criança da Etiópia)




(Foto: criança baiana)
Tem sido muito intensa a repercussão neste blog e na sociedade boa-viagense, especialmente entre as pessoas de bem, a informação de que várias pessoas de nossa Boa Viagem estão fazendo parte de uma sinecura na Assembléia Legislativa do Estado do Ceará. A informação dá conta de que apadrinhadas e apadrinhados de maus políticos estão recebendo dinheiro público sem desempenhar qualquer atividade laboral, o que, se verdadeiro, constitui mais do que uma imoralidade, constitui verdadeiro crime. Crime de lesa-humanidade. O assunto envolve relevante interesse público e iremos, aqui neste blog, discutir exaustivamente esse situação vexatória que, mais uma vez, desmoraliza muitos dos políticos de Boa Viagem. Não é possível admitir que vereadores, ex-prefeito, prefeito, enfim, qualquer liderança política, muito particularmente aquelas que se apresentam como sérias, estejam participando desse tipo de fraude. Após o nome de cada uma dessas pessoas seria interessante cada cidadão procurar saber quem é o padrinho de cada beneficiado.
Na medida em que vão sendo anunciados os nomes dos beneficiados com essas benesses indevidas, a indignação toma conta dos cidadãos e cidadãs de bem de Boa Viagem. Resolvemos adotar essas duas fotografias de crianças famintas, denunciadoras da grave injustiça social ainda reinante no mundo, no Brasil, no Ceará e em Boa Viagem, como símbolo dessa indignação cidadã, dessa ira santa contra essa ignomínia, na esperança de que provoque uma dor tão profunda na consciência de quem suga dinheiro público que, de tão profunda, se envergonhe diante de Deus e de seus conterrâneos e sejam compelidos não só a largarem essa ilicitude, mas a devolverem os recursos públicos recebidos indevidamente. Evidentemente, nos referimos àquelas e àqueles que recebem sem trabalhar. Para não deixar dúvidas: 1. os que de fato trabalham é só informar a este blog a sua lotação e horário de expediente que faremos o devido registro; 2. os que, eventualmente, já tenham saído também informem onde trabalhavem e em que horário, para que sejam feitos os devidos esclarecimentos.
A relação, até agora, é a seguinte:
NOME
ADELMO RODRIGUES FREITAS 020294 03
ADRIANA FERNANDES VIEIRA 006465 00
AGILEU LEMOS DE SOUSA 020725 03
AMANDA LIMA VIEIRA 009905 03
ANA LUCIA VIEIRA DINIZ 018878 03
CLARA ALVES PINTO 020729 03
CLAUDIA VIEIRA CARNEIRO 009542 03
DEBORA LIMA VIEIRA 020816 03
GERUSA RODRIGUES PIMENTEL
HOZANO MELO CAVALCANTE FILHO
JOSE AIRTO VIEIRA LIMA 020011 03
KARLA LETICIA SOARES FREITAS
KEYLA COSTA DE SOUZA CAVALCANTE
KELYANNE VIEIRA DE OLIVEIRA
LEDJANE CAVALCANTE NORONHA
LARISSA PRADO DOS SANTOS BELARMINO 002867 03
LIANA PRADO DOS SANTOS 009880 03
LILLYAN DI CARLLY DE ALMEIDA ROCHA
MARIA ALZIRA LIMA VIEIRA 006611 03
MARIANA TAJRA ASSEF 002715 03
NATALIA TAJRA ASSEF 009709 03

terça-feira, 9 de março de 2010

PRÁ VER SE, PELO MENOS, DÓI NA CONSCIÊNCIA.

(Foto: criança da Etiópia).






(Foto: criança baiana).





A respeito da imoralidade de pessoas ganhando dinheiro público sem trabalhar, julgamos oportuno o comentário indigando de um blogueiro, cuja transcrição fazemos tal como foi feito:

VERGONHA, VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA

DR. DEODATO RAMALHO ME PERDOE POIS EU SEMPRE FUI CONTRA O SENHOR E SEMPRE DEFENDI ESSES APROVEITADORES DA NOSSA INOCÊNCIA, DOU UM DURO DANADO PARA GANHAR UMA MINCHARIA NESSA PREFEITURA E ESSES EXPLORADORES GANHANDO SEM TRABALHAR POR ISSO DIGO DE NOVO :

VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA VERGONHA.

VAMOS NÓS: Para que a VERGONHA seja maior ainda ilustramos essa postagem com as fotos acima, de crianças famintas, se acabando pela falta de alimentos e com os dados abaixo sobre a indigência no Ceará.
No Ceará, quase um milhão de pessoas estão mergulhadas em extrema indigência. Entre nascimentos de risco e óbitos prováveis, são 991.120 pessoas que tentam seguir vivendo com 1/8 de salário mínimo por mês. Representam 11.86% da população do Estado, que ocupa agora o 3° lugar no ranking de indigência no país. Só perde para a Bahia, triste campeã com 1,274 milhão, e para o Maranhão, com 1,078 milhão de habitante em situação de extrema indigência".

As afirmações são do texto-base da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2010, da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que tem como tema Economia e Vida, e faz uma dura critica aos caminhos da economia brasileira e global.

Ao fazer o diagnóstico da economia e vida nacional, com muitos indicadores negativos sobre pobreza, exclusão social e analfabetismo, o Piauí não está incluído, como acontecia em análises feitas até os últimos três anos.

domingo, 7 de março de 2010

DIA INTERNACIONAL DA MULHER.



Assunto da semana - JORNAL O POVO.
Qual mulher cearense é destaque e por quê?
Na véspera do Dia Internacional da Mulher (8 de março), O POVO perguntou que mulher cearense é destaque na opinião de diversos entrevistados. Assim como eles, de diversas áreas de conhecimento, as respostas também foram variadas. Desde o elogio amplo às mulheres anônimas e batalhadoras do Ceará, feito pela primeira-dama do Estado Maria Célia, ao destaque de guerreiras como Mirtes Brígido, do Grupo Girassol, por seu trabalho social voltado a portadores do vírus da aids.

(Foto: Membros da Liga Internacional das Mulheres, 1922).
Heroínas
Temos em nosso Estado inúmeros exemplos de grandes mulheres que se destacam em atividades profissionais, religiosas, políticas, empresariais, sendo também modelos de mães e de contribuição social. Citar apenas uma seria cometer injustiça. Porém, a meu ver, as grande heroínas de nossa sociedade, são as mulheres anônimas. Aquelas que encaram as filas dos ônibus para o trabalho, que se submetem à dupla jornada para ajudar seus companheiros ou garantirem sozinhas o sustento de suas famílias. São as artesãs, que ajudam a fortalecer a cultura do nosso Estado. São as mães de crianças e adolescentes com algum tipo de deficiência que desafiam os limites da acessibilidade. Enfim, são todas as mulheres que atuam nos bastidores, de quem não se sabem os nomes, mas cujo trabalho faz a diferença em seus espaços.
MARIA CÉLIA FERREIRA GOMES
Primeira Dama do Estado do Ceará

Admiração
Na minha opinião é a prefeita Luizianne Lins. Tenho profunda admiração pela mulher guerreira, honesta, competente, ousada e determinada que é a Luizianne. Acompanho sua trajetória desde os tempos de estudante quando ela já passou a inserir seu nome na História política e social do Ceará. E como se não bastasse é bela demais.
ISAAC CÂNDIDO JUNIOR
Músico, cantor e compositor

Guerreira
Mirtes Brígido, guerreira da solidariedade e da compaixão. Destaca-se não só no cenário cearense, mas em todo o Brasil. Põe em primeiro plano a vida, a condição humana, o ser antes do ter. Ao se colocar à disposição dos portadores de HIV de forma inequívoca e com dedicação quase integral, faz-se guerreira pela vida com o Grupo Girassol. Dá lições ao Estado sobre direito à saúde, à vida. Cearense do Crato, Mirtes é universal, fala a língua do ser humano de qualquer parte do planeta: o amor sem restrições e sem limites. Ela é canto de cigarra; trabalho de formiga. Um exemplo de mulher a ser seguido por todos e todas. Mulher guerreira de corpo, coração e alma!
RONALDO SALGADO
Professor da UFC

Brilhante
Sílvia Bomfim Hyppólito, graduada em Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Ceará (UFC) em 1978. Especialista em Medicina reprodutiva e Biologia da Reprodução pela Faculté de Medicim e Université de Geneve (1998), mestrado em Saúde Pública pela UFC (1997), doutorado em Tocoginecologia pela Universidade Estadual de Campinas (2002), Residência Médica pela UFC (1980), Atualmente é docente e vice diretora da Faculdade de Medicina da UFC. Além de brilhante profissional é mãe de três filhos e excelente amiga, fiel e sincera. Não apresenta dificuldade para ajudar os amigos, que não são poucos. Alegre e ainda arranja tempo para dançar, sua atividade física preferida. Me orgulho de estar entre suas amigas.
ZENILDA BRUNO
Médica e diretora da Maternidade Escola Assis Chateaubriand

Luta
Na minha opinião é a senadora Patrícia Saboya por atuar pelos direitos femininos e contra a exploração sexual de crianças e adolescentes, pela história de vida de muita luta para alcançar seu objetivo e, tudo isso, sem deixar de lado o maior dom da mulher: ser mãe.
LARA SISNANDO
Empresária

VAMOS NÓS:

História do 8 de março
No Dia 8 de março de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve. Ocuparam a fábrica e começaram a reivindicar melhores condições de trabalho, tais como, redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.
A manifestação foi reprimida com total violência. As mulheres foram trancadas dentro da fábrica, que foi incendiada. Aproximadamente 130 tecelãs morreram carbonizadas, num ato totalmente desumano.
Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas).
Objetivo da Data
Ao ser criada esta data, não se pretendia apenas comemorar. Na maioria dos países, realizam-se conferências, debates e reuniões cujo objetivo é discutir o papel da mulher na sociedade atual. O esforço é para tentar diminuir e, quem sabe um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Mesmo com todos os avanços, elas ainda sofrem, em muitos locais, com salários baixos, violência masculina, jornada excessiva de trabalho e desvantagens na carreira profissional. Muito foi conquistado, mas muito ainda há para ser modificado nesta história.
Conquistas das Mulheres Brasileiras
Podemos dizer que o dia 24 de fevereiro de 1932 foi um marco na história da mulher brasileira. Nesta data foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistavam, depois de muitos anos de reivindicações e discussões, o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.
(Foto: Cartaz soviético de 1932. Em vermelho, lê-se: "8 de março é o dia da rebelião das mulheres trabalhadoras contra a escravidão da cozinha." Em cinza: "Diga NÃO à opressão e ao conformismo do trabalho doméstico!")

Marcos das Conquistas das Mulheres na História
1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.
1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.
1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.
1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.
1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.
1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas
1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres
1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.
1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças
1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina
1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres

QUAL O PREÇO DO PROGRESSO? FALA MAIS UM ESPECIALISTA NO ASSUNTO.



Publicado: 7 de março de 2010 às 7:38 (Blog do Eliomar de Lima)

O professor Dardano Nunes de Melo volta a abordar a polêmica em torno da localização do futuro estaleiro Promar. O governador Cid Gomes quer o projeto na praia do Titanzinho, enquanto a prefeita Luizianne Lins é contra.

Confira o artigo:
Estaleiro – Presente de grego?
Certamente que o conflito político entre Cid Gomes e LuizianneLins é diferente daquele que causou a guerra entre Gregos eTroianos(1.300 a 1.200 a.c), mas pode ter nuances parecidas. Tudoocorreu devido ao rapto de Helena, que era esposa do rei Meneleu(nãoconfundir com o secretário de planejamento de Luizianne), quandoParis, filho do rei Priano de Tróia foi a uma reunião em Esparta e seapaixonou pela rainha. O rei magoado, em represália, designou ogeneral Agamenon para atacar Tróia e trazer Helena de volta. A refregadurou 10 anos e nesta luta morreram heróis como Heitor e Aquiles. Ofato mitológico foi real, já comprovado por sondagens arqueológicas na Turquia feitas pelo alemão Heinrich Schliemann. O filho de Aquiles,Neptoleno presenciou a vitória dos Gregos que utilizaram a estratégiade Odisseu, ou seja, foi construído por Epeu um grande cavalo demadeira onde vários soldados gregos ficariam escondidos, o qual seriaentregue aos Troianos como presente e um símbolo de paz. Com o gesto os Troianos se consideraram vencedores e comemoraram até a exaustão e dormiram. Assim os gregos saíram do cavalo e abriram os portões de Tróia para que ela fosse invadida e destruída totalmente.
Sendo o estaleiro um grande presente dos empresários ValdomiroArantes e Paulo Haddad (PJMR) para o povo do Titanzinho, a redençãoeconômica e social do lugar se faz necessário examinar com muitocuidado o que tem por dentro deste presente (cavalo). O governador oachou lindo (1.000 empregos diretos e 5.000 indiretos) e aindaaumenta-o com sessenta milhões de reais.
A Prefeita de Fortaleza parece ter lido os poemas de Ilíadas e Odisséia escritos por Homero (VIII a.c) e a saga da luta, por isto alerta, como responsável maior pelos destinos de Fortaleza, para muitos pontos que podem transformar o estaleiro num cavalo de Tróia.
O planejamento da cidade não previa um estaleiro na capital, pois ao longo dos últimos anos Fortaleza viu o setor industrial migrar para a periferia metropolitana e a cidade se tornar um centro de serviços e pólo de turismo nacional e internacional. A vocação natural e mercadológica da cidade é para o turismo que gera 15% dos empregos e28% do PIB. A importância desta atividade é tamanha no que tange ageração de emprego e distribuição de renda que apenas um hotel 5estrelas com mil leitos gera muito mais empregos que o Estaleiro, ouseja, 1.500 empregos diretos(índice 1.5 de empregabilidade por leito-OMT) e 13.500 empregos indiretos (índice 1 para 9- OMT), índices bemsuperiores ao da indústria. Vale observar que os empregos indiretos daindústria, principalmente do Estaleiro será gerado noutras regiõesfornecedoras, enquanto a cadeia produtiva do turismo é quasetotalmente local.
A característica do emprego na indústria é bem diferente do turismo. No caso da metalúrgica (Estaleiro) é de caráter pesada e altamente especializado. A formação da mão de obra exigirá qualificação superior e técnica (universidades e escolas técnicas) com pré-requisitos de formação elevados e tempo de formação de 2 a 5 anos e no caso do Titanzinho a escolaridade é baixa juntamente com o IDH. A indústria tem elevada tecnologia de automação (pouca absorção de mão de obra). A geração dos 1.000 empregos se dará na construção doequipamento (mão de obra de baixa qualificação) e quando dofuncionamento os empregos se afunilarão.
No turismo, a indústria é leve e pouco especializada, o pré-requisito é nossa nativa hospitalidade para a maioria das funções é de alfabetização e primário, com tempo de formação de 3 a 6 meses. O turismo é uma oferta de serviço de elevada absorção de mão de obra e gera muito mais empregos no funcionamento do hotel do que na construção. Os salários médios pagos no estaleiro é de R$ 900,00(novecentos reais), o que não diferencia muito do turismo. O planejamento não é uma ciência estática e em função da dinâmicaele pode modificar até mesmo o plano diretor, a legislação, etc.
Entretanto esta dinâmica tem que ser evolutiva e voltada para um sentido racional de sustentabilidade econômica, social e ambiental,tudo visando o melhor para a sociedade. No caso do estaleiro há que aprofundar estudos que possibilitem tomadas de decisão certa. Um dos pontos a serem definidos é a compatibilidade ou não do Estaleiro com o turismo, principal diretriz do desenvolvimento de Fortaleza e para onde estão acorrendo os maiores investimentos; Centro de Feiras, Aquário, Copa do Mundo, Projeto Orla, etc, representando bilhões de dólares. Será que o Estaleiro não está na contramão destes investimentos? Pelas características urbanísticas da cidade a paisagem de um estaleiro no Titanzinho, sem dúvida, não seria cartão de visita para a cidade, mas ninguém melhor do que o próprio turista poderia responder o que eles acham da localização, já que eles são os compradores do produto Fortaleza e os geradores dos empregos. Eles deveriam ser os primeiros a serem consultados.
O estaleiro vai impactar um espaço que é da população do Titanzino, assim eles também deveriam opinar e por fim auscultar também o cidadão fortalezense, já que o estaleiro será na cidade. A tendência dos tanques do porto é migrar para o Pecém, a Transnordestina vai para o Pecém, o plano diretor do Pecém prevê estaleiros, por que então não construí-lo lá? A resposta esta na economicidade da obra, no custo benefício, mas isto do lado do empresário, que esconde dentro do cavalo de Tróia (Estaleiro) suas intenções prioritárias de lucro e não de ajudar a comunidade e sem preocupação com sustentabilidade turística, urbanística e ambiental.
Será que o estaleiro vai gerar para a cidade mais empregos e impostosdo que se deixará de ganhar com a retração do fluxo turístico quepossivelmente causará? O senhor Valdomiro Arantes afirmou:- “o estaleiro terá um faturamento, no primeiro ano, de 200 milhões de dólares, logo nos cinco anos serão hum milhão de dólares com os contratos da Transpetro”. Ora, com o pré-sal a Transpetro fará novas encomendas, a Vale esta com um pedido de 52 navios, os Árabes que tiveram seus estaleiros destruídos pelas guerras estão cheios de pedido e por ai vai (60 bilhões de dólares). Se existe mercado, a empresa é sólida, e o Ceará tem uma localização estratégica em função da eqüidistância (Europa-EUA) para receber os componentes para fabricação das embarcações, além de possuir “maritimidade”(cultura com o mar), a industria não é sazonal, porque as ações são imediatistas e meramente economicistas de curto prazo? Isto leva a entender que a PROAMAR fará somente a encomenda da Transpetro e irá virar um entulho de ferro no Titanzinho. Ela não esta acreditando no mercado e nem esta respeitando a tendência do futuro do Ceará; Tudo de Porto no Pecém, industrias no Interior e região metropolitana e em Fortaleza serviços e turismo.
O alerta da Prefeitura também refere-se à possibilidade de graves impactos ambientais na cidade e arredores em função do grande aterro(4 hactares ), a produção de lixo mineral, o impacto na biologiamarinha, etc… Outros aspectos devem também ser levados em conta como impacto social na mudança das atividades de pesca e desporto(surf) da população, a degradação social e econômica das pessoas do bairro caso o mercado encolha e o Estaleiro feche. A ampliação das estruturas portuárias levam sempre, em todo mundo, o aumento da prostituição, fato muito negativo para o turismo saudável da cidade. Aincompatibilidade do Estaleiro com o projeto de urbanização da área.
Estes fatos conjugados podem transformar o estaleiro num presente degrego. Os deputados do PSDB, PMDB e alguns do PT de Cid, nas audiências pública, pareciam cruzar o mar Egeu para atacar Tróia como guerrilheiros do rei(Cid) e defendiam a qualquer custo a geração dos 1.000 empregos para a comunidade. Não raciocinavam eles que os 60 milhões da contra-partida do Estado para a construção do Estaleiro poderiam representar 15.000 empregos diretos e 60.000 indiretos se fossem aplicados no Titanzinho em cooperativas de economia solidáriadentro da cadeia produtiva do turismo, no contexto de um distrito temático (o celebre navegador espanhol Vicente Ianez Pinzon-descobrindo o Brasil no Rostro Hermoso de Fortaleza 4 meses antes de Cabral avistar o Monte Pascoal e ou o Castelo Encantado do Mucuripeonde Iracema a virgem dos lábios de mel ia chorar a saudade de Moreno o amado guerreiro branco de alem mar).
Qual a diferença entre Luizianne e Cid? O capitalismo liberal(neoliberalismo) tem uma mão invisível que é a força do mercado, ela impera e manda e a população obedece. Ela é a lei que todos devem curvar-se. Na social democracia participativa as políticas são orientadas pelas pessoas, onde a vontade da maioria predomina. Cid e o PSDB vem da escola de Adam Smith e por isto atropelam as políticas participativas de Luizianne e do PT. O que não combina são os estilos de condução dos processos de gestão de Cid e Luizianne. A gestão compartilhada é muito mais difícil, lenta, filosófica, pragmática, busca a decisão coletiva e descentralizada, controle menos rígido, variáveis intangíveis, valoriza mais os objetivos que as metas, o principal é o bem estar social. A gestão liberal vai na direção do mercado, é mais fácil, individual, centralizada, rápida e menos pragmática, 100% de controle, variáveis tangíveis, trabalha mais com metas do que com objetivos, o principal é fazer caixa para investimentos em infra-estrutura básica e produtiva.
Qual dos dois modelos é o melhor? O melhor seria a junção dos dois e o velho prefeito Juraci Magalhães certa vez me disse uma coisa que até hoje, como profissional do planejamento fico a pensar em como compatibilizar; o “fazejamento” e o planejamento; eu levo minha gestão fazendo e planejando, planejando e fazendo. Vendo seu estilo aprendi um pouco. Ele fazia uma participação direta ouvindo a população nos bairros( a coleta da informação era feita por ele mesmo), mas infelizmente não era bem discutida, por outro lado ele não perdia tempo e fazia, principalmente aquilo que não tinha que se discutir, era para ontem. Se os estilos de Cid e Luizianne fossem iguais, talvez não estivesse havendo esta polêmica do Estaleiro e quem sabe ele seria um presente do bem e não um presente de grego.
Dárdano Nunes de Melo

Prof. do IFCe e diretor do Sindicaturismo

sábado, 6 de março de 2010

OH! PRESIDENTE DANADO! QUE RESPOSTA!!!

05/03/10 - 16h45 - Atualizado em 05/03/10 - 17h07
'Lulinha e Dilminha incomodam muita gente', diz presidente em Juazeiro
Presidente visitou Juazeiro para inaugurar obra de irrigação do PAC.Lula diz que, se pudessem, opositores cantariam versão de canção popular.
Do G1, em São Paulo
Foto: Ricardo Stuckert/PR

Presidente Lula durante cerimônia de entrega da 1ª etapa do Perímetro de Irrigação do Salitre para ocupação de lotes de produção agrícola. (Foto: Ricardo Stuckert/PR)
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira (5), em Juazeiro (BA), que as mudanças realizadas no país durante os seus dois mandatos são motivo de incômodo para aqueles que não aprovam os avanços sociais. Em tom de brincadeira, ele disse que a insatisfação de opositores também está sendo dirigida para a pré-candidata do PT à Presidência e ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.
"Esse país começou a mudar, Isso incomoda muita gente. Incomoda. É só acompanhar os meios de comunicação que vocês veem como incomoda. Se eles pudessem eles cantavam todo dia: um Lulinha incomoda muita gente, uma Dilminha incomoda muito mais", disse.
saiba mais
Lula inaugura segunda-feira obras do PAC na Rocinha
Lula nega que pretenda tirar licença para fazer campanha de Dilma
"Qual é a lógica? Eles passaram oito anos falando mal de mim. Agora começam a falar, ‘tudo bem o Lula era maravilhoso. E a Dilma? Vocês sabem que um nordestino nascido em Caetés, se não morreu de fome até completar cinco anos de idade, vai ser duro na queda. E vocês sabem que a gente aprendeu a não ter medo de cara feia, de baixo nível de campanha, de ofensa e de preconceito. Isso nós já vencemos."


VAMOS NÓS: Os que desgovernaram o Brasil durante oito (8) anos, passaram quase oito (8) atacando o PT e o presidente Lula. Agora, confrontados com a realidade de sucesso do governo do PT e do Lula, para tentar fazer média com o povo passaram a elogiar o companheiro presidente Lula e falar mal da Dilma. Ora, ora, em uma eleição o julgamento é feito pela necessidade de MUDAR o projeto ou de CONTINUAR o projeto. Qual é o sentimento da população brasileira, senão o de dar continuidade ao que vem dando certo? Muda-se quando algo não vai bem. Se vai bem...