segunda-feira, 20 de setembro de 2010

PROVA DA DEMAGOGIA TUCANA É A DOUTORA AMBULÂNCIA.


70% dos atendimentos
Interior lota emergência do IJF

Percentual de atendimentos, no IJF, de pacientes vindos do Interior continua alto. Muitas macas permanecem espalhadas pelos corredores da unidade de emergência porque faltam vagas nos leitos. As maiores vítimas, segundo o chefe do plantão de ontem, são condutores de motocicletas
Rita Célia Faheina - 20/09/2010 02:00
“Eu diria que 70% dos atendimentos feitos são de pessoas que chegam do interior do Estado e só 30% são da Capital. A maioria deles são vítimas de acidentes de motos”. A declaração é do chefe do plantão do Instituto Doutor José Frota (IJF), ontem, Carlos Alfredo Guerra.
A situação no hospital de traumas praticamente não mudou em relação aos número publicados pelo O POVO na última sexta-feira quando o superintende Messias Barbosa declarou que 67% dos atendimentos naquela ocasião eram de pessoas de cidades interioranas, percentual que vem aumentando desde o mês de julho passado. O POVO publicou com exclusividade a nova crise do IJF, na edição de quinta-feira, e o pedido de exoneração do diretor médico Fred Arnauld, e do chefe da emergência, Rommel Araújo.
“Estamos praticamente atendendo todo o Estado e o hospital (IJF) é de Fortaleza, é para atender à Capital”, disse ontem o médico Carlos Alfredo. Enquanto O POVO conversava com ele, no pátio de entrada das ambulâncias, chegou uma com um paciente de Canindé e duas outras estavam paradas: uma de Itapipoca e outra de Barreira.
Carlos Alfredo disse que o plantão de ontem não tinha sido muito tumultuado, mas o hospital não comporta mais tantos pacientes que chegam do Interior. “Há casos também de pessoas vítimas de tiros, facadas e muitos, que não são casos de alta complexidade, poderiam ser levados para hospitais de cidades como Sobral, Limoeiro do Norte, Juazeiro do Norte, mas são trazidas para cá”, completa o médico.
O superintendente do IJF, Messias Barbosa, disse que o crescente número de atendimentos de pessoas do Interior é por causa do período eleitoral com a realização de comícios e festas. O aumento do consumo de bebidas alcoólicas estaria contribuindo para o crescimento dos acidentes de trânsito. Muitos dos pacientes internados no IJF continuam em macas no corredor da unidade, uma vez que a emergência já não comporta mais pacientes.
Ontem, o chefe do plantão não soube especificar os números, mas na última sexta-feira, o superintendente disse que dos 115 pacientes internados na emergência, 81 estavam em macas nos corredores e 77 tinham chegado do Interior.

E-Mais

A CRISE NO IJF

15/9/2010. O POVO mostra que, depois de alguns meses sob controle, IJF volta a ficar superlotado e as despesas com remédios e insumos saltam de R$ 3,2 milhões para R$ 4,8 milhões no mês anterior.
Com a crise, dois diretores entregam os cargos: Fred Arnaud (diretor clínico) e Rommel Araújo (diretor da emergência).


16/9/2010

Superintendente do IJF, Messias Barbosa, convoca coletiva e informa que 67% dos atendimentos são a pessoas do Interior. O POVO flagra ambulâncias
de sete municípios encaminhando pacientes.

Rommel Araújo chegou a dizer que o hospital é usado de forma política. “Estão usando o IJF de forma equivocada, comprando voto com a promessa de atendimento”, denunciou.

11 comentários:

Anônimo disse...

Essa notícia demonstra quanta visão e eficiẽncia falta tanto ao Governo do Estado do Ceará quanto à Prefeitura de Fortaleza. No interior, o Governo diz que está construindo hospitais regionais, sem mencionar como se dará a gestão de tais equipamentos. Não se fala em melhoria na saúde pública dos municípios. O que fazer com hospitais já existentes no interior, a exemplo da Casa de Saúde Adília Maria, em Boa Viagem, que há muito perdeu sua capacidade de atendimento. Vejam em Fortaleza o Hospital Batista, que está prestes a fechar, mas o Governo nem sequer fala em publicizá-lo. Isto ajudaria - e muito - a inoperância da Prefeitura de Fortaleza com o IJF. As filas do Hospital Geral, Frotão da Parangaba, etc. Não se tem definição de qual a política de saúde que se implantar. Criticar governos passados não resolve o problema. Se fosse assim, tudo o que não foi feito é culpa. Há de se atentar para a realidade atual. Desafio aqui alguém tecer comentários sobre as estratégias do Governo Cid Gomes para a saúde. Construir prédios não resolve. É preciso que se entenda isso. O que haverá de gestão? Quais serão as regiões contempladas? Como ficarão os hospitais municipais? Fica tudo como está? Agora, não entendo o fato deste blog apresentar uma ambulância da Prefeitura de Canindé, governada pelo PSDB, lá no estacionamento do IJF, quando se sabe - ou pelo menos deveria se saber - que a responsabilidade do que está acontecendo hoje com aquele hospital advém de falta de política pública do Governo do Estado, que é freneticamente defendido pelo PT. Será tendência deste blog assumir posições partidárias?

Deodato Ramalho disse...

Eu não sei o que impressiona mais, se o tamanho da cegueira ou o tamanho da má fé. Dizer que o IJF é inoperante, especialmente diante do fato inconteste de que, em média, 50% dos atendimentos daquele hospital são de pacientes do interior e que, como mostra a matéria, no último fim de semana esse percental chegou a 70%. Ai do Ceará, nesse contexto, se não fosse a eficiência e eficácia do IJF. É claro que a responsabilidade maior é de quem passou vinte anos no poder e não construiu nenhum hospital. Mais: esse governante (Tasso Jereissati) foi um dos maiores responsáveis pela retirada de R$ 40 bilhões de reais por ano da saúde pública,
Com certeza, essa pessoa que,ou pela cegueira ou pela má fé,ataca o IJF, se tiver o infortúnio de ser acidentada só será socorrido se for no IJF. Foi assim com inúmeros boa-viagenses.

Anônimo disse...

De fato, Deodato, o problema do IJF - e a prefeita já se manifestou publicamente sobre isso - é a falta de investimento do Governo do Estado nas saúdes públicas municipais, especialmente no setor hospitalar.
O IJF é inoperante sim, daí pq sempre vem à tona quase que diariamente problemas a ele relacionados. O GOVERNO CID GOMES NÃO DÁ UM REAL PARA A AJUDAR A PREFEITURA. Defendo, aqui, o Senador Tasso sobre essas questões, porque, na época, o foco estava no atendimento primário - em postos de saúde. Somente levaria os pacientes ao IJF, p. ex., em casos graves e de extrema urgência. Por isso, foi criado o programa "Agentes de Saúde", depois transformado e aprimorado em "Programa Saúde da Família". Isto existia em quase todo interior do Estado. O Governo Lula fez questão de deteriorá-lo, sem prestar a manutenção e vigilância devida. Em uma outra etapa (ciclo de governo), pretendia-se criar mais hospitais. Infelizmente, não houve tempo de se implantar. Muitos projetos ficaram prontos na mesa de Cid Gomes, como foi o caso da ampliação do HGF e do Hospital de Juazeiro. O que faltou a este governo - e, pelo visto, ainda não existe é visão, planejamento e eficiência. Qual o plano estratégico para a área da saúde? É só construir os prédios? E os hospitais municipais? Estes não receberão recursos? E sobre a ambulância vc não falou nada!

Amâncio José disse...

Meus conterrâneos vejam matéria feita comigo no Jornal Gazeta de Américo, cidade do interior de São Paulo. O Jornal e blog homônimo é de um conterrâneo nosso de Boa Viagem, o Jornalista Francisco Lourenço.

Grande abraço.

Anônimo disse...

Pastor = Psicólogo de pobre?
Uma vez me disseram que iam na igreja pra ter conforto emocional.

O irônico é que, um psicólogo tem diploma para exercer sua profissão, um pastor é um Zé Mané qualquer que está a fim de lucrar algum. Mais irônico ainda é que, quem frequenta pastores confiam muito mais neles do que em psicólogos formados e especializados. E o pior é que, para eles, quem frequenta um psicólogo é louco, mas quem frequenta a igreja é uma pessoa de bem.

Seria a Onipresença de Deus uma esquizofrenia paranoica compulsiva?

Anônimo disse...

gostaria de fazer um apelo aos Vereadores, ou seja, as pessoas que NÒS, o POVO elegeu! para fiscalizar, acompanhar e fazer acontecer uma administração de verdade em nosso município, pois está uma grande faça, um faz de conta, e nós, professores, ainda estamos aguardando a diferença que do piso salarial, a qual foi aprovada na Câmara municipal, com data retroativa ao mês de janeiro, e estamos praticamente no final do ano, e,.....acho Senhores vereadores q/ já esta passando da hora de tomar as providências sobre este e, também, outros e outros, pois o q/ tem de cois errada, meu Deus tem piedade de Nós!!! Olle: os Senhores tem cuidar com tempo, falara com o Promotor, Juíz, se for caso! mais queremos uma providencia urgente. Sou uma professora revoltada com a situação, não só em relação a nossa categoria mas, sobre todo desmando em nosso Municipio. Não contribuí para esses absurdos q/ vem acontecendo, pois só voto consciente e com base em resultado!!!!!!!!!!!!!!! Peço por gentileza, q/ este comentário chegue aos ouvidos de todos os interessados e que soluções sejam tomadas. Agradece: professora revoltada.

Amâncio José disse...

Meus conterrâneos vejam matéria feita comigo no Jornal Gazeta de Américo, cidade do interior de São Paulo. O Jornal e blog homônimo é de um conterrâneo nosso de Boa Viagem, o Jornalista Francisco Lourenço.

Grande abraço. Divulguem para os amigos e familiares em São Paulo.

http://www.comunidadesantalucia.com.br/gazeta/Gazeta35.pdf

Anônimo disse...

Até parece Deodato que as prefeituras do PT tambem não mandam ambulâncias para o IJF.

Deixa de demagogia barata.!!!!

Deodato Ramalho disse...

Quando foi que você me ouviu dizendo ou escrevendo que estar correto Prefeito, seja do PT ou de qualquer outro partido, que ao invés de investir no atendimento de saúde da população só se preocupa em comprar ambulância, para se ver livre do problema?
Posso lhe dizer uma coisa: das prefeituras que conheço mais de perto como Quixadá, por exemplo, tem outro nível de cumprimento de suas obrigações. Agora se você é um "cidadão" ou "cidadã" que acha isso correto, só dizer: é lamentável.

Anônimo disse...

Pq não pôr as fotos das ambulâncias dos governos municipais petistas no blog? Será este tendencioso? O blog que pretende se portar como o da "Liberdade" está com tendências partidárias?

Deodato Ramalho disse...

É ruim debater, seriamente, com um anônimo. Mas, vá lá... Mande-me a foto de alguma ambulância de prefeitura do PT que divulgarei sem problema. A bem da verdade, sequer percebi que a colocada era de Canindé, até por que são quase todos os municípios do Ceará que fazem isso.