quarta-feira, 14 de julho de 2010

DIA DE FÚRIA DO SERRA...

video

11 comentários:

Anônimo disse...

SENSACIONAL, NUNCA VI COISA TÃO PARECIDA EM TODA MINHA VIDA.

ESTE É O SERRA QUE QUEREM COLOCAR PARA O POVO.

GRAÇAS A DEUS ESSE MESMO POVO IRÁ VOTAR EM DILMA, PARA SALVAR O BRASIL DESSES NAZISTAS.

Anônimo disse...

BUENOS AIRES (AFP) - A Argentina se converteu na madrugada desta quinta-feira no primeiro país da América Latina a autorizar o casamento entre homossexuais, com uma histórica e longa votação no Senado.
A lei foi aprovada com 33 votos a favor, 27 contra e 3 abstenções, depois de uma sessão que durou mais de 13 horas e apesar da oposição da Igreja católica, que liderou uma intensa mobilização social para impedir a aprovação do projeto.
A iniciativa, apoiada pelo governo peronista da presidente Cristina Kirchner, acabou por aprovar a lei que autoriza os casamentos gays, fazendo com que a Argentina se converta no primeiro país da América Latina a autorizar esse tipo de união em nível nacional e o décimo no mundo, depois da Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal e Islândia.
A nova legislação visa a reformar o Código Civil mudando a fórmula de "marido e mulher" pelo termo "contraentes" e prevê igualar os direitos dos casais homossexuais com os dos heterossexuais, incluindo os direitos de adoção, herança e benefícios sociais.
Na América Latina apenas eram reconhecidas até agora as uniões civis (que dão direitos mais ou menos ampliados) entre pessoas de mesmo sexo em dois países, Uruguai e Colômbia, e o casamento gay na Cidade do México.
"Hoje é um dia histórico. Pela primeira vez na Argentina se legisla para as minorias", afirmou o senador Miguel Pichetto, chefe do bloco do peronismo.
Ao apoiar a nova norma, o chefe do bloco da oposição radical, Gerardo Morales, afirmou que "chegou a hora de sancionar normas que se adaptem a novos modelos de vínculos familiares" e recordou a existência de "modelos de famílias diferentes (aos) que tínhamos há 30 ou 40 anos".
Centenas de manifestantes que aguardavam o resultado diante do Parlamento na fria madrugada desta quinta festejaram a votação, que apoiou uma decisão da Câmara de Deputados aprovada há algumas semanas.
Quando começava a sessão no Senado, foram registrados alguns incidentes entre os manifestantes favoráveis à lei e grupos católicos nas portas do Congresso.
A maioria dos senadores rejeitou, além disso, uma moção que promovia a união civil sem direitos como o da adoção.
O projeto de casamento entre pessoas de mesmo sexo dividiu a sociedade, que se expressou nos últimos dias em manifestações a favor e contra a lei, e em fortes polêmicas entre o governo de Cristina Kirchner e a Igreja católica.
A Igreja lançou na última semana uma forte ofensiva contra a lei e mobilizou na terça-feira milhares de seus fieis para pressionar contra sua aprovação.
A presidente Kirchner, de visita oficial à China, se colocou à frente das demandas da minoria homossexual, apesar de o projeto ter sido uma iniciativa do opositor socialismo, e criticou a autoridade católica por convocar uma "guerra de Deus" contra o reconhecimento do casamento homossexual.
Antes de a lei ser votada, nove casais do mesmo sexo obtiveram desde dezembro passado permissões judiciais para contrair matrimônio por registro civil, alguns dos quais foram anulados por outros juízes, apesar de todos estarem em processo de apelação, inclusive na Suprema Corte.

eduardo disse...

ALFREDO Mariana Não saiu por rebeldia e ninguém deu corda a ela não, simplesmente ela não concordou com a roubalheira e nem com proteção a LADRAO que o seu lulinha fez não, este teu lula e igualzinho ao FHC, como diz Serra e tem outra não confie que os eleitores de mariana votam em DILMA, ESQUEÇA

CARLOS disse...

Alfredo voce pensa que nos funcionarios somos otario para acreditar nesta baboseira que voce falou deste governador, e porque se ele e tao bonzinho porque ele nao deu tudo isso no ano passado

Prof Alfredo Carlos ! disse...

Carlos, não sei se é baboseira ou não. Não pedi votos a ninguém para o Cid, expliquei apenas o que ouvi na APEOC. Segundo os Advogados da Apeoc, a lei eleitoral vigente no País, não permite nenhum aumento acima da inflação em ano eleitoral. O Procurador Geral do Estado disse a mesma coisa. O ano passado foi dado aos Professores, 13% de aumento salarial e mais 5% de progressão para quem tinha direito. Dessa forma respondo a você sobre os seus questionamentos a respeito desse assunto.

Prof Alfredo Carlos ! disse...

Ao anônimo. Não sei se a Marina Silva deixou o Ministério do Meio Ambiente por causa de robalheiras. Apenas sei que ela foi criada dentro do PT, onde foi deputada estadual e depois Senadora da República. Posteriormente foi convidada para ser Ministra e aceitou, fez um bom trabalho, ficou por lá mais de 6 anos. Como vc vê dona Marina, ganhou status Nacional às custas do PT e do Lula. Se depois ela se chateou com alguma coisa, creio que não sei dizer o que foi. Se houver segundo turno para Presidente vc vai assistir dona Marina no palanque de dona Dilma. Pode guardar.

CARLOS disse...

se apoia esta marina (mochila do LULA) ficarei muito decepicionado com ela, ai sera o fim da dignidade politica, sera a afirmaçao que para ser politico tem que primeiro perder a moral e a vergonha, espero que vc esteja errado.

MARLENE disse...

EXTRA EXTRA EXTRA,,,,,,noticia de ultima hora, UM MEDICO LEVOU UMA TREMENDA SURRA DOS BANBINOS DE UMA SECRETARIA, O MESO SE ENCONTRA DESAPARECIDO HAHAHA, RECOMPENSA PARA QUEM DIZER O PARADEIRO DESTE PALHAÇO, ISSO E QUEM VAI DAR SOMBRA E AGUA FRESCA PARA QUALQUER TROÇO, E VIVA O FUTEBOL

Anônimo disse...

Ih, sujou Dr. que vergonha apanhar em plena multidão , não pode essa foi demais .Crie vergonha homem de Deus, zele pela sua profissão porque essa foi demais kkkkkkkkkk.

Anônimo disse...

Essa foi demais um médico tao bem conceituado como Dr. Gutemberque passar pelo o que ele passou no meio de uma multidão, eu estava perto e fiquei decepcionada,Dr.zele seu nome e tenha cuidado esses BABINOS nao sao de brincadeiras,depois que o Sr. deu comidas pra eles e mae deles limpou o cabelo e ficou gorda eles querem lhe MATAR.
Que feio Sra. Valda Ferreira!!!

Anônimo disse...

QUE FEIO VALDA LEVAR SEU AMOR PARA UMA FESTA E DEIXAR SEUS BABINOS BATEREM EM UM MÉDICO COMO DR. GUTEMBERGUE EM PLENA MULTIDÃO.

CAIA FORA DR.ANTES QUE SEJA TARDE!!