quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

MOMENTO HISTÓRICO PARA O MEIO AMBIENTE EM FORTALEZA.

Inventário vai mapear áreas verdes

O estudo arbóreo de Fortaleza vai mapear qualitativamente as áreas verdes localizadas em Fortaleza
21.12.2011| 01:30
Titular da Semam (centro) e demais gestores da área ambiental  (FOTO: MAURI MELO) Titular da Semam (centro) e demais gestores da área ambiental (FOTO: MAURI MELO)

O objetivo é mapear as áreas verdes da cidade, identificando as especificidades arbóreas e onde elas se localizam. É o Inventário Arbóreo de Fortaleza, que já foi lançado e começa a ser elaborado em janeiro. O estudo deve ser concluído em oito meses por 20 pesquisadores.
Realizado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam), com o Fórum da Agenda 21 e a Universidade Estadual do Ceará (Uece), o inventário identificará as áreas com potencial de recuperação. O último estudo ocorreu em 2003.Segundo Lúcia Brito, coordenadora da equipe de consultoria ao inventário, o estudo será por imagens de satélite e fotografia aérea: “Poderemos identificar a flora existente e fazer a manutenção”. A Prefeitura será responsável pela recuperação de áreas com potencial diagnosticado.

Em um diagnóstico elaborado em 2006, foi detectado, segundo ela, que há 16 metros quadrados de área verde por habitante em Fortaleza. O número não é preciso, pois todas as áreas verdes foram consideradas sem a especificação de espécie ou porte.
Após a conclusão do estudo, serão previstas as ações do Plano Municipal de Arborização, que vai estabelecer políticas de preservação e de implementação das áreas verdes da Capital.

“Com o inventário, conheceremos mais do que há hoje e investir na manutenção do capital ambiental”, afirma o titular da Semam, Deodato Ramalho. Após a conclusão, serão previstas as ações do Plano Municipal de Arborização, que vai estabelecer políticas de preservação e de implementação das áreas verdes da Capital.
ENTENDA A NOTÍCIA
O Inventário Arbóreo de Fortaleza é o primeiro passo para a elaboração de um Plano Municipal de Arborização, que deve regularizar a preservação e criação de áreas verdes da cidade.
Saiba mais
O ideal é que haja, em uma cidade como Fortaleza, o mínimo de 12 metros quadrados (m²) de área arborizada por habitante.

O problema, aponta, é causado por diversos fatores, como desmatamento,poluição e a baixa cobertura de saneamento básico da cidade.
Mariana Freire
 
Fotos do eventos: 
 

 

 

 
 

3 comentários:

Zé do rio !! disse...

VAI QUE É TUA DEODATOOOOOOOOOOOOO

SÓ DÁ VC GENTE FINAAAAAAAA

O CÉU É O SEU LIMITEEEEEEEEEEE

BELO EXEMPLO COMPANHEIROOOOOOOOOOO

FELIZ NATAL !!!!

Anônimo disse...

Moradora Curiosa,
GOSTARIA DE SABER DE ONDE VAI SAIR O DINHEIRO DESTE CARTÃO DO RENDE MAIS DO PREFEITO,DE ONDE VEM ESSE DINHEIRO PARA TODOS OS MES,FAZER O PAGAMENTO DESTAS FAMILIAS.
SE ALGUEM SOUBER ME RESPONDA.

jc rodrigues disse...

Ora, vai sair do nosso bolso para render MAIS votos para o PREFEITO.
É O CARTÃO RENDE MAIS "VOTOS".