quinta-feira, 21 de maio de 2009

PODE SER LEVADA A SÉRIO UMA AUTORIDADE QUE FAZ ESSE TIPO DE PROMESSA?

Bem, como prometemos, divulgamos abaixo o áudio com o prefeito Fernando Assef. Infelizmente, o chefe do executivo de Boa Viagem se recusa a prestar qualquer tipo de esclarecimento por meio da Rádio Liberdade. Por isso, nos valemos de gravações anteriores do prefeito, acerca de vários temas. Por quê, então, inciar com as declarações acerca da criminosa campanha contra o uso do capacete pelos motociclistas? A razão é simples e de relevante interesse público: os acidentes de motos e suas consequências assumiram, no Brasil, caso de calamidade pública. Quando uma autoridade, no caso o prefeito de um município, ainda mais sendo ele um advogado, faz a apologia do descumprimento de lei que protege a vida, é preciso que alguém chame o prefeito à razão e o faça refletir sobre a irresponsabilidade desse ato. Ouça o áudio (será disponibilizado no Youtube) e veja, abaixo, alguns dados estatísticos sobre a gravidade da situação:
video
"A estatística é divulgada por Lineu Jucá, do Instituto Doutor José Frota: 97% dos pacientes atendidos nesse hospital são vítimas de acidentes com motos. Desse número de assistidos, 70% são oriundos do Interior e cerca de 50% dos guiadores estavam embriagados ou dirigindo sem capacete" (Jornal O POVO, coluna Vertical, 2004).

Do site http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/11445_print.html
Estatísticas do motociclismo para 2008 Sandro Andriow
Andei pesquisando sobre acidentes envolvendo motociclistas e encontrei diversos estudos realizados, em sua maioria, nas universidades brasileiras. Ao final da investida, três trabalhos em especial me chamaram a atenção: as pesquisas feitas pela equipe da Epidemiologia da UnB, encabeçadas por Luciano Farage, as desenvolvidas por Maria Sumie Koizumi, da Escola de Enfermagem da USP, e as de Eurico Roberto Willemann, da UFSC. Vou tentar condensar e resumir o que li nesses trabalhos. Segundo dados do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicleta) e Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), a frota brasileira de motocicletas ultrapassou a casa de 11 milhões de unidades ao final de 2007. Os registros oficiais de acidentes de trânsito mostram que, desde o ano de 2000, cerca de 9% das motos em circulação envolvem-se anualmente em algum tipo de acidente e que cerca de 2% envolvem-se em acidentes com vítimas — entende-se aqui por vítimas aqueles casos fatais ou os que requerem internação em estabelecimento hospitalar por, no mínimo, 24 horas; tanto do piloto quanto de garupa ou de terceiros. Os dados mostram também que, anualmente, ocorre um caso de morte por acidente motociclístico para cada 600 motos em circulação. Fazendo umas contas rápidas, chego à conclusão de que neste ano teremos nada mais, nada menos do que cerca de 1 milhão de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas no Brasil, os quais causarão cerca de 214.000 internações e cerca de 18.000 óbitos. Com base nos pesquisadores citados, o perfil histórico desses acidentados é o seguinte: - 87% são do sexo masculino;
- 86% estão situados abaixo dos 40 anos de idade, sendo que 63% têm entre 18 e 24 anos e 4% estão abaixo dos 18 anos;
- 16% são garupas. Ainda com base nos dados apresentados, as circunstâncias dos acidentes serão as seguintes: - 24% dos acidentados estarão alcoolizados;
- 77% dos acidentes ocorrerão durante o dia, sem chuva;
- 28% dos acidentados não estarão usando capacete. Como já foi dito, esses acidentes provocarão mais de 214 mil internações e mais de 18 mil óbitos, sendo que cerca de oito mil dessas mortes serão instantâneas, outras sete mil ocorrerão dentro das 24 horas seguintes ao acidente e o restante, em até 72 horas após o acidente.
A maioria dessas mortes, cerca de 95%, terá como causa o trauma encéfalo-craneano. (TEC*): *Andreoli et al (1990, p. 693) relata que as forças de aceleração-desaceleração recebidas no momento do impacto causam a maior parte das lesões cerebrais produzidas no traumatismo crânio-encefálico fechado.
Entre as conclusões a matéria destaca:
1º - dependendo do impacto, da violência do choque, o uso ou não do capacete não faz diferença; 2º - em 2008 irão morrer vitimadas por TEC, instantaneamente ou nas 72 horas que se seguirem ao acidente, cerca de 8.400 motociclistas sem capacete e 8.000 motociclistas com capacete; 3º - considerando que o número de pessoas que se envolve em acidentes estando de capacete é muito superior ao dos que não o usavam, concluo que usar o capacete é quase 300% mais seguro que não o usar. Voltando até o item 1 logo acima, ironicamente concluo que, se falecer em um acidente de moto por conseqüência de TEC, usando capacete pelo menos o meu rosto estará preservado para fazer “boa figura no caixão”. Mas chega de falar de mortes e de mortos; vou falar agora dos sobreviventes. Depois de um período de internação que poderá variar, segundo as estatísticas de seis a 118 dias, o sobrevivente de um acidente motociclístico terá pela frente um período de recuperação que irá variar de um a seis meses, podendo, no entanto, chegar a ultrapassar os 18 meses nos casos mais graves. Em muitos casos, no entanto, a recuperação não é total: em 16% dos casos as vítimas de acidentes de moto guardam seqüelas que as tornam inválidas temporariamente, sendo afastadas da vida laborial por um período que, em média, dura seis meses. E 5% dessas vítimas tornam-se inválidas permanentes. Sendo assim, além dos 18 mil mortos em acidentes motociclísticos previstos para 2008, teremos ainda cerca de 36 mil pessoas que se verão incapacitadas de trabalhar por um bom período e outras 11 mil que nunca mais poderão andar. Se considerarmos que 67% dos envolvidos em acidentes de moto ainda não atingiram os 24 anos de idade, no ano de 2008 veremos, com muita tristeza, cerca de 7.000 jovens condenados a passar os próximos 10, 20, 40 anos presos a uma cama ou a uma cadeira de rodas. Caríssimos, perdoem-me por nesse início de ano expô-los à crueza das estatísticas. Mas assim o fiz porque os estimo muito! Um abraço a todos e lembrem-se: basta a menor distração, o menor descuido, para nos tornarmos parte dessas trágicas estatísticas. O “motonauta” Sandro Andriow (Russo) participou do Moto Repórter, canal de jornalismo participativo do MOTO.com.br.
Quem quiser ver a matéria completa é só acessar o site http://www.moto.com.br/acontece/conteudo/11445_print.html

12 comentários:

Anônimo disse...

Dr. Deodato nao libere essas perguntas no blog. Guarde-as para fazë-las na sexta-feira:
Perguntas que o povo espera resposta:
1.Porque ele acabou com o atendimento odontológico noturno no Bairro de Fátima?
2. Porque ele nao para o Salário mínimo constitucional aos Professores?
3. Porque nao paga o Piso Nacional da Educacao?
4. Porque ele acabou com o uso do Capacete?
5. Porque ele abandonou a agricultura?
6. Quanto ganha o Dr. Gutemberg da Prefeitura, pois é sabido que ele é lotado em mais outras 3 Prefeituras?
7. Porque ele nega os editais das das licitaçoes?
8. Os Secretários tem autonomia ou é a irma Ana Flora quem manda mesmo?
9. Qual a participaçao da irma dele na Prefeitura?
10. Existe nepotismo na Administraçao dele?

Deodato Ramalho disse...

Deodato Ramalho disse...
Conforme "você" pediu só liberamos a sua mensagem quinta-feira à noite, ou seja, para amanhacer na sexta-feira com suas perguntas. Infelizmente, o prefeito só aceita participar de entrevistas nas quais ela mesmo diga quais são as perguntas. Parece mesmo que a orientação é para que todos da gestão sigam a mesma linha. Vamos continuar tentando. De qualquer forma, as suas perguntas estão no blog. A falta de transparência do nosso prefeito é a mais completa e absoluta. Veja, por exemplo, o site da Prefeitura, lá não existe nada de informação relevante para o cidadão acompanhar a gestão. Nem mesmo o anúncio das licitações é colocado no site, salvo duas licitações de pequeno valor. Conseguir o edital de licitação na Prefeitura é a maior luta do mundo, chegando mesmo os interessados terem que recorrer ao Ministério Público.

Anônimo disse...

Fui eleitora firme do Fernando, ainda num completamente deziludida não, mas não aguento mais a vergonha de tá todo tempo sendo cobrada pelas merdas que tão fazendo; num entendo por que o fernando se esconde da gente.

Anônimo disse...

O Prefeito de Boa Viagem Fernado Assef bem soube esconder seus segredos e por isso mesmo ainda não foi enfrentado em suas mais fundamentais contradições. Criou a ilusão de que sua superação era uma questão insuperável e, assim, fez com que toda luta reivindicatória não fosse mais que "a busca de um lugar ao sol" da oposição,. A vida, então, escapuliu-lhes.
Aquilo que era doce, amarelo e maduro, entretanto, apodreceu! Em sua eterna transformação da atividade lucrativa de ser prefeito em dinheiro, coisa que não conseguiu por meio do trabalho honesto, o seu desgoverno se depara com seu limite, tornando, assim, obsoleto, pondo em risco a Saúde da vida humana. A mercadoria se declara, agora, o coração que já não bate mais como na campanha eleitoral.
Insistir nas velhas formas de governar, portanto, é administrar a barbárie de um mundo que já morreu e que, no fundo, sempre esteve morto. As escolas pararam,a Rducação rstá um desantre façamos disto um momento para um pensar e um agir greve geral já!

Desde logo nos organizemos e superemos!"
Um abraço

Raimundo disse...

Ouvi essas palavras do nosso prefeito no Youtube. É por essas coisas que Boa Viagem sempre aparece como uma cidade de criminosos, pois se uma autoridade maior do município comete uma loucura dessas imagine o resto, morro de vergonha de dizer que sou de Boa Biagem.

paulo disse...

Adorei este video, porque nao outros, pois promessas deste tipo e outros absurdos e o que nao falta, ja que nosso ilustrissimos prefeito so fala na radio dele porque fala a mentira que deseja pois jamais sera feita perguntas que deveriam ser necessariamente respondida, la todo que ele fala seus funcionarios (da radio) aplaudem. hahahaha
Liberdade nos deu a LIBERDADE de expressao, acabou o tempo que so podiamos ouvir,

Anônimo disse...

na campanha o sr.monsenhor;orlanado, andava fazendo campanha para o 45,e agora monsenhor qual a sua campanha?como autoridade no nosso municipio, o sr. vai aderir a campanha da igreja,contra os ladrões dos cofres publicos.

Maria josé disse...

Creio que a Igraja somos todos nós que acreditamos em Deus e praticamos sacramentos, orações e penitencia. O Cristão, anuncia a palavra de Deus, denuncia o que é contrário a palavra de Deus e dá testemunho de sua postura cristã.Portanto, podemos engrossar fileiras no movimento, independente de padre tal ou qual terem coragem de defender suas ovelhas. Isto é: SER UM BOM PASTOR.

Anônimo disse...

parabens drDeodato

Anônimo disse...

recentemente um senhor das barreiras brancas vizínho ao poço da pedra, no seu trabalho diário(agricultou) sofreu um corte muito grande em seu pé, o mesmo teve que ir ao ibuaçu para ser atendido pela equipe do PSF, advinhem o que aconteceu? não é de se admirar, não foi atendido, não tinha ningém no posto para atendê~lo, que saúde é esta meu povo? e a popula~çao de lá aceita esta situação? ou povo passivo.

Anônimo disse...

semana passada minha esposa foi ao hospital, feita a consulta o médico pediu para a mesma tomar aerosol. resultado: o aparelho não estava funcionando, ´so tinha um no hospital infantil e o funcionário perguntou se a mesma queria esperar. assim não dá ô nandim.

Anônimo disse...

Tudo pronto para o I RALY CERAPIO a ser realizado nas Ruas e Avenidas da Fortaleza "BELA" patrocinada pela Administração do PT, mais conhecida como "AMINISTRAÇÂO TISUNAMI": acaba com tudo por onde passa. Só vai bebendo.

Pudim de cana