segunda-feira, 1 de novembro de 2010

DILMA É FESTEJADA NO PALÁCIO DO PLANALTO.

Planalto divulga imagens da festa de Lula para Dilma na noite de domingo

O Palácio do Planalto divulgou por meio do seu blog nesta segunda-feira (1º) vídeo que mostra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebendo a presidente eleita, Dilma Rousseff, em uma festa no Palácio do Alvorada na noite de domingo (31).


O vídeo, de 17 segundos, foi publicado no site You Tube e mostra a chegada de Dilma à residência oficial do presidente da República. Lula abraça e beija a vencedora.
A presidente eleita chegou por volta de 22h40 da noite de domingo no Palácio da Alvorada. O site oficial da Presidência da República também divulgou fotos da comemoração organizada por Lula para Dilma.

Governadores eleitos da base aliada e ministros do governo também participam da comemoração. Parlamentares da base aliada, como o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) também estiveram no encontro.

Participaram da festa no Palácio da Alvorada também o vice-presidente eleito, Michel Temer (PMDB-SP), os ministros do Esporte, Orlando Silva, e de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, o secretário-executivo do PT, Eduardo Cardozo, e os governadores da Bahia, Jaques Wagner (PT), de Sergipe, Marcelo Déda (PT), e Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

18 comentários:

Prof Alfredo Carlos ! disse...

Colegas blogueiros,

Com relação ao assunto ventilado nesse blog ocorrido no Colégio Dom Terceiro, tenho certeza absoluta que a Diretora Geral Professora Sami, adotará as providências necessárias que o caso requer. Entendo a preocupação de todos, pois em uma Escola deve sempre reinar a paz. Dessa forma tranquilizo a todos, pois foi um caso isolado e problemas sempre há em todos os cantos. Aguardem com paciência que tudo será resolvido. Abços a todos.

Anônimo disse...

DEUS PROTEJA DILMA VENCEDORA A PRIMEIRA MULHER ELEITA COMO PRESIDENTE, PARA QUE FAZ UM BOM GOVERNO.
NOSSO PAÌS ESPERA POR DIAS MELHORES,PRICIPAMENTE NA SAUDE,SEGURANÇA,EDUCAÇÃO.....ETC,ETC.

Anônimo disse...

A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) venceu o candidato do PSDB, José Serra, com uma diferença de mais de 12 milhões de votos, mas perdeu para o tucano na contagem de votos na maioria das capitais. De acordo com a edição desta terça-feira do jornal O Estado de S. Paulo, Serra venceu em 14 capitais, enquanto Dilma, em 12, além dos Distrito Federal.

Infográfico: O desempenho dos candidatos em todas as cidades do país

No segundo turno, Serra levou a melhor em Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Vitória, Aracaju, Natal, Maceió, Campo Grande, Goiânia, Boa Vista, Belém e Rio Branco. Já a petista venceu no Rio de Janeiro, Palmas, Porto Velho, Manaus, Macapá, Cuiabá, Salvador, Recife, Fortaleza, João Pessoa, São Luís e Teresina, além do DF. Na primeira etapa da disputa, Dilma havia vencido o tucano na contagem das capitais.

Na disputa de domingo, o tucano conseguiu virar o placar em Belo Horizonte, Natal e Belém, capitais em que havia perdido no primeiro turno. Dilma, porém, o derrotou em Cuiabá, onde o tucano havia vencido na primeira etapa

Anônimo disse...

Não suporto o PT, mas também não me sinto confortável em votar num partido que renega seus próprios méritos e deixa de debater as grandes questões fundamentais para o país nos próximos anos: as reformas (previdenciária, tributária, política…), a política econômica (fiscal – sobretudo a necessidade de corte de gastos, monetária e cambial), as medidas para reverter o péssimo quadro educacional (últimas colocações nos exames internacionais, analfabetismo funcional gritante, a total falta de integração entre universidades e empresas, a carência de planejamento tecnológico, entre outros) e da saúde.
Azul ou vermelho, não vou dar cheque em branco para ninguém.

Anônimo disse...

a leitura sobre os resultados das eleições é muito esclarecedora. Correto, precisamos de uma oposição inteligente, que conheça a Arte da Guerra. E que realmente deseje lutar. Michel Temer e o PMDB não vão perder uma oportunidade como a do mensalão para chegarem ao topo. O PMDB foi usado e em alguns estados ficou no prejuízo. Acorda Brasil!

Anônimo disse...

Quem não gostou da VITÓRIA do PT MORRAAAAAAAAAAAAAAAAA de inveja!!!!!!

Anônimo disse...

NEM ASSUMIU AINDA JA ESTA PENSANDO EM REELEIÇÃO, ISSO É COISA DO PT. Em entrevista ao “Jornal da Band”, a presidente eleita Dilma Rousseff afirmou ontem que a praxe sugere que ela seja candidata à reeleição em 2014.

Questionada a respeito de declaração do presidente do PT, José Eduardo Dutra, segundo quem Dilma seria candidata natural à reeleição, a presidente eleita respondeu: “Olha, a praxe é essa”.

Bem humorada, ela acrescentou: “Eu sou mineira e prudente (...) Essa é a praxe: hoje, no Brasil, o presidente eleito tem direito à reeleição. Agora, sem tomar posse, começar a discutir 2014... É botar não a carroça na frente dos bois, é botar a carroça, os carros, os caminhões.

Anônimo disse...

ISSO DILMA AUMENTE POIS NÃO SE ELEGE.ESTA TAL DE BOLSA FAMILIA E A MAIOR MOEDA ELEITORAL DO MUNDO.FOI ELA QUE ELEGEU LULA E DILMA E PT SAUDAÇÕES.

Anônimo disse...

O governador reeleito Cid Gomes (PSB), arrecadou e gastou quase o dobro da soma das receitas de seus dois principais adversários nessas eleições, Marcos Cals (PSDB) e Lúcio Alcântara (PR). O comitê financeiro da campanha de Cid conseguiu o montante de R$ 28,9 milhões. Juntos, Cals e Lúcio receberam “apenas” R$ 15,9 milhões em ajudas para suas respectivas candidaturas de oposição.

Além do diretório estadual do PSB, que entrou com a quantia de R$ 12 milhões, Cid acumulou doações de até R$ 1,7 milhão, como a feita pela Aço Cearense Industrial. A empresa JBS também foi generosa ao enviar R$ 1,5 milhão para a campanha de reeleição. Ao todo, 95 empresas reforçaram os cofres da campanha de Cid - sem contar doações de pessoas físicas.

Anônimo disse...

O Irã comemorou a vitória de Dilma Rousseff nas eleições no Brasil e destacou que o resultado "fortalece o bloco antiamericano". Ontem, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, deixou claro sua satisfação com a vitória da sucessora do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na esperança de que sua política externa siga os mesmos passos da diplomacia do governo que terminará no final de dezembro.

Na ONU, países africanos e algumas das ditaduras mais criticadas do mundo também não disfarçaram a satisfação com o resultado das eleições.

Acusado de manter um sistema perverso de violações aos direitos das mulheres e de ainda manter leis como a do apedrejamento de adúlteras, Ahmadinejad fez questão de elogiar o fato de o Brasil ter escolhido sua primeira mulher presidente. Segundo o líder, isso vai impulsionar o "vistoso progresso" nos laços entre os dois países. Lula chegou a intervir no caso de uma iraniana condenada à pena de morte, sob a acusação de adultério.

Deodato Ramalho disse...

O anônimo, que parece olhar a vida a partir da visão de um colonizado pelo discurso racista de alguns paulista, parece que desconhece (ou será que só finge desconhecer) que a vitória do PT se deu em todo o País, ou seja, mesmo que, por exemplo, não existisse o Nordeste, ainda assim a vitória teria se dado por uma diferença de 1.300.000. Mais: mesmo onde perdemos perdemos por uma margem muito pequena, tipo 50% a 49%. São Paulo onde a tucanada governa a dezesseis anos a diferença foi pífia, o que causou grande decepção nos entreguistas do PSDB.
Na rica Minas Gerais a nossa porrada foi de 17% de diferença.

Deodato Ramalho disse...

É de fazer rir esse discurso colonizado sobre a questão do Irã. Será que o bobinho não sabe que ditadura mesmo é na Arábia Saudista, protegida dos Estados Unidos, onde não há eleição e também aplica a mesma lei islâmica da Sharia (salvo engano o nome é esse)? E a China por que os Estados Unidos e seus bajuladores não dizem nada?

Anônimo disse...

O empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, conhecido como Bené, confirmou à Polícia Federal, na última sexta-feira, 29, que deu no primeiro semestre uma "ajuda" à casa onde funcionou a coordenação de comunicação da pré-campanha de Dilma Rousseff (PT), dirigida pelo jornalista Luiz Lanzetta. Benedito contou que frequentava a casa, no Lago Sul, duas vezes por semana. O local, segundo ele, também era frequentado por petistas. Lanzetta deixou a campanha em junho após vir à tona o escândalo da quebra do sigilo fiscal dos tucanos.

O empresário Benedito de Oliveira é sócio de empresas que têm contratos com o governo federal, entre elas Dialog Eventos e Gráfica Brasil. Juntas, faturaram mais de R$ 214 milhões desde 2004. As empresas são alvos de investigação do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Controladoria-Geral da União (CGU) por suspeitas de irregularidades em licitação e prestação de serviços.

Benedito bancou os custos de uma casa no Lago Sul da pré-campanha de Dilma. "Era apenas uma ajuda na questão administrativa para a empresa de Lanzetta", afirmou, em depoimento prestado na sexta-feira sobre a violação do sigilo fiscal de tucanos. "Que por conta dessa ajuda frequentava a casa onde estaria instalada a empresa de Lanzetta e que a imprensa chamava de comitê de campanha", afirmou. Ele disse que, embora não fosse um comitê oficial, era "comum a presença de membros do partido do PT na referida casa".

Anônimo disse...

Pois é,o presidente de fato é o Michel Temer e a Dilma e o PT serão meros fantoches.Deus escreve certo,por linhas tortas...........................

Deodato Ramalho disse...

Onde é que está a fraude anônimo? Procure mais dados sobre essa notícia já que essa parte da informação ainda não caracteriza nenhum ilícito. Aliás, todas as campanhas eleitorais no Brasil são financiadas quase que completamente com recursos privados, ou seja, doações de pessoas físicas e jurídicas. Por isso, nós defendemos o financiamento público (exclusivamente).Engraçados é que muitos que verbaliza esse seu discurso quando se fala nisso dão um pulo e se colocam contra, alguns por absoluta ignorância e outros por absoluta má fé.

Deodato Ramalho disse...

Morro de rir que ouço alguém dizer que fulano ou beltrano vai mandar na presidenta Dilma.A esse respeito sugiro procurar conhecer um pouquinho melhor a história dessa guerreira. Alás, a única crítica pertinente que se faz a ela é a de que ela é muito "durona", exigente, cobradora de resultados. Aguardem!

Deodato Ramalho disse...

Há gente que finge que só lê o que lhe é agradável. Ora, quem saiu da apuração já falando em candidato a presidente para 2014 foi o PSDB, aliás, já mostrando a continuação da briga entre Serra (disse que estar saindo da cena) e o Aécio. Não é demais repetir o que muitos ou não veem ou fingem que não veem: foi a turma do Aécio, em Minas Gerais, quem encomendou a quebra de sigilo da turma do Serra. Fato provado. E fez isso já em resposta ao Serra que estava preparando um dossiê contra o Aécio assim como já o havia feito contra o Tasso em 2002...

Amâncio José disse...

Não custa abrir os olhos dos que ainda estão na letargia política, principalmente em Boa Viagem. Quem viu o JN do PIG ontem a noite percebeu que a Globo já escolheu o líder da oposição e candidato presidencial em 2014. Após noticiar o pronunciamento do Presidente Lula, a Globo foi buscar o Aécio Neves para responder. Aonde estavam o FHC/Serra/Sérgio Guerra/DEM? É a velha Globo de sempre.