terça-feira, 26 de abril de 2011

VALEU PT. VALEU LULA. VALEU PRESIDENTA DILMA.



O exemplo brasileiro da adoção de programas de transferência de renda, principalmente o Bolsa Família, deverá ser tomado como referência pelo Banco Mundial (Bird) que organiza um plano internacional para a próxima década. O foco do banco é a a renovação das estratégias de atuação nas áreas de proteção social e trabalho. O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Rômulo Paes de Sousa, representará o Brasil nos debates.
“É necessário observar que que os programas de cooperação não se baseiam em venda de bens e serviços”, afirmou o secretário à Agência Brasil. “É uma abordagem integrada [reunindo vários setores em níveis federal, estadual e municipal] e mais mecanismos diretos. Vamos mostrar o que deu certo e o que não deu certo no Brasil”, acrescentou.
Sousa apresentará o “modelo brasileiro” à direção do banco amanhã (27) e sexta-feira, em reuniões em Paris. Além do Brasil, foram convidadas autoridades da Costa Rica, Libéria, China, do Bahrein, dos Estados Unidos e da Rússia.
O secretário disse que quatro pilares sustentam a política social do governo brasileiro: o tratamento geopolítico e não comercial do tema, o envolvimento de setores distintos dos governos federal, estadual e municipal, um cadastro eficiente com os nomes dos beneficiados e seus históricos, a integração entre os programas e a ssociação desses elementos com o “Estado forte e sólido”.“O Brasil não se pauta por interesses geopolíticos ou comerciais para implantar os programas, o exemplo disso é o apoio dado à África. Não há um vínculo comercial para a transferência da nossa tecnologia”, afirmou Paes de Sousa. “Ao fazer isso, o Brasil mostra que o problema das cooperações [muitas vezes] é a relação de venda de bens e serviços. Estimulamos os financiamentos e há lugar para as instituições multilaterais.”
Pelos dados do MDS, de 2003 a 2008 aproximadamente 24,1 milhões de brasileiros deixaram a linha de pobreza. Os programas de transferência de renda condicionada, como o Bolsa Família, atendem a cerca de 12,9 milhões de famílias no Brasil. De 2003 a 2010, mais de 13 milhões de empregos formais foram criados.”
(Agência Brasil)

9 comentários:

Eudson Maia Júnior disse...

Olhem essa análise muito bem feita pelo site Revista Central de Quixadá:

Link: http://t.co/2udJSWz

Nossa cidade tem tudo pra levar esse hospital gente, nao podemos esmurecer, temos que lutar até o dia 9 de maio, a gente leva!!

Abraço

Ulisses Lima disse...

Acho interessante o bolsa Familia, uma continuação de um projeto que dava pouco e somente para quem era lado do FHC, Lula pegou, reformulou e o fez de distribuição de renda para milhares de famílias em todo o Brasil.
Acredito que em pouco tempo esse mesmo programa venha a ter uma ampliação, não no sentido de distribuição em valores, mas sim em geração de empregos, estímulo a indústria de produzir e gerar em empregos a esses beneficiários.
Muitos esperam mais do que chamamos de Bolsa Familia hoje e a curto/longo prazo estaremos no aguardo dos avanços do projeto.

CARLOS ALBERTO disse...

SO NESTE BRASIL DO FAZ DE CONTA QUE AGENTE LE NOTICIA DESTE TIPO: Alvo em 2007 de cinco representações no Conselho de Ética do Senado, o líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), será membro titular desse colegiado, que está desativado há dois anos. indicados pelos líderes dos partidos. COMO PODE COLOCAR UMA RAPOSA PARA TOMAR CONTA DE GALINHEIRO, NAO VENHAM OS DEFENSORES DA SAFADEZA DESTE PAIS FALANDO QUE NADA FOI PROVADO, E POR ISSO E POR OUTRAS QUE O BRASIL NAO PASSA DE UMA BRINCADEIRA.

"ANTI PT" disse...

Interessante lembrar de um passado próximo, o tesoureiro do PT na época do mensalão foi expulso do Partido juntamente com José Dirceu. Hoje triunfa sua volta com polpa e luxo ao quadro do PT, sendo membro do " RESPEITAVEL E HONRROSO" parttido. Vergonha mesmo, pregam e não cumprem, por isso esse partido está sendo conhecido com o Partido do Engodo Nacional. Vale ressaltar que esse povo aí foi comprovado no envolvimento do mensalão do PT.

MARIA EDUARDA disse...

VAMAOS TODOS FAZER PARTE DA PASSEATA DE AMANHA, VAMOS MOSTRAR A FORÇA DO POVO E ESQUECER ESTES POLITICOS DEMAGOGOS QUE NADA FIZERAM PARA TRAZER ESTE HOSPITAL ATE PARECE QUE IRIAM GANHAR DINHEIRO DE OUTRO MUNICIPIO PARA FICAR DE FORA DA BRIGA, MAIS COMO A RADIO LIBERDADE, PRINCIPALMENTE NO HORA DO MEIO DIA COMEÇOU A COBRAR EMPENHO DELES, AI COMEÇARAM A QUERER FAZER MEDIA COMO SE O POVO FOSSE BOBO, SE ELES (POLITICOS) SE PREOCUPASSE MESMO COM O POVO NAO TERIAM DEIXADO NOSSO HOSPITAL FICAR COMO ESTA (UMA PORCARIA). MESMO SABENDO QUE DEPOIS QUE BOA VIAGEM GANHAR ESTE HOSPITAL VAI APARECER MUITO PAI PARA ESTE HOSPITAL, MESMO ASSIM VAMOS A LUTA

Anônimo disse...

AOS "PODEROSOS" DE BOA VIAGEM
"Quando me desespero, eu me lembro que durante toda a história o caminho da verdade e do amor sempre ganharam. Tem existido tiranos e assassinos e por um tempo eles parecem invencíveis, mas no final, eles sempre caem - pense nisso, SEMPRE." (Mahatma Gandhi)

Deodato Ramalho disse...

Ao amigo "Anti PT" solicito informar onde posso encontrar a decisão comprovando a culpa dos pessoas mencionadas no chamado mensalão do PT, seja decisão judicial ou administrativa. Procurei muito, porém não encontrei. Para a maioria do povo brasileiro o PT é conhecido como o partido que mais fez pelo Brasil, por isso tem a ampla simpatia do eleitorado nacional, apesar, óbvio, de ter os seus defeitos.

maria eduarda disse...

Dr DEODATO O Sr respondeu ao ANTI PT, assim: “Ao amigo Anti PT" solicito informar onde posso encontrar a decisão comprovando a culpa das pessoas mencionadas no chamado mensalão do PT, seja decisão judicial ou administrativa. Procurei muito, porém não encontrei”. O Sr sabe que nunca vai encontrar pois alem do nosso pais sempre ter um jeitinho para “bandido rico não ir para a cadeia” ainda tiveram a proteção do todo poderoso LULINHA, porque o senhor acha que o NANDINHO nunca foi condenado! Será que ele e inocente? Ou porque tem dinheiro? Com todo respeito ao Sr que muito admiro mais não concordo com o Sr ..

Deodato Ramalho disse...

Insisto num ponto: essa banalização da culpabilidade de alguém, em um estado democrático de direito, não faz bem à sociedade. Para mim o Poder Judiciário é muito devedor da República, porém não se pode generalizar e tampouco não entender que muita coisa ali (Poder Judiciário)também mudou e continua mudando. E o fato de continuar devedor da sociedade nada tem a ver com o maior presidente da história do País, inclusive no item combate à corrupção. Quanto ao Fernando Assef há sim decisão administrativa que o coloca como um mau gestor, o que, graças ao poder judiciário, lhe permitiu ser candidato. Contudo, a eleição dele se deu porque o maioria do eleitorado de Boa Viagem o elegeu. E, claro, ele não era, como não, protegido do maior presidente da história do País, repita-se.