terça-feira, 24 de março de 2009

Melhor do que a Cartilha é a Ação Cidadã

AMB LANÇA PROGRAMA DE CIDADANIA EM BOA VIAGEM
"O programa Cidadania e Justiça Também se Aprendem na Escola, desenvolvido pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), será lançado em Boa Viagem (217 km de Fortaleza) nesta quarta, às 10 horas, no Núcleo de Arte Educação e Cultura (Naec) da cidade. Por meio do programa, três mil exemplares da publicação em gibi "Cartilha da Justiça em Quadrinhos", serão distribuídos entre os alunos do 5° ano do ensino fundamental da rede pública, que terão esclarecidas, de uma forma lúdica, as dúvidas sobre os direitos e os deveres do cidadão. Para o juiz titular da Vara única de 3° Entrância de Boa Viagem e coordenador do programa na cidade, Pedro Pia de Freitas, a importância do projeto se dá na medida em que os estudantes passam a ter acesso às informações sobre o modo de atuação da justiça, Defensoria Pública e Ministério Público. Além do coordenador nacional do programa, juiz Roberto Bacellar, o vice-presidente de Direitos Humanos da AMB, João Ricardo dos Santos, estará presente nesse evento.SERVIÇO* Mais informações sobre o programa no site www.amb.com.br/cej.(Assessoria de Imprensa da ACM).

- Nossa observação:
Que o evento não seja apenas uma ação pontual, desconstextualizada das ações cotidianas do Poder Judiciário. Afinal, um Judiciário cidadão pressupõe celeridade na prestação jurisdicional; tratamento igualitário dos cidadãos; imparcialidade nos julgamentos; independência do Judiciário e humanização da figura do julgador. A propósito da presença do vice-presidente de Direitos Humanos da AMB, Dr. João Ricardo dos Santos, sugerimos uma visitinha ao presidio de Boa Viagem e outra na ilha digital da Associação do Pastor Rodolfo.

Um comentário:

Alfredo Carlos ! disse...

Exatamente isso! a ação cidadã é a prática é o principal, é a saída do papel é aquilo que é fundamental hoje em dia. O plano teórico está muito difundido, precisamos efetivamente exercer uma justiça social que almeje fundamentalmente tirar da miséria, em todos os sentidos, o Homem. Assim fazendo estaremos realmente com todas as letras, seguindo a palavra de Deus.