quarta-feira, 25 de março de 2009

VELHO PARTIDÃO FAZ OITENTA E SETE ANOS.


PCB COMEMORA 87 ANOS

Divulgação: Blog da Folha e do Eliomar de Lima


"Há exatos 87 anos, no 25 de março do longínquo 1922, era fundado o PCB, então denominado Partido Comunista do Brasil. O ato inaugural foi em Niterói (RJ) com a participação de nove delegados que representavam os 73 filiados de início. Entre eles, o contador pernambucano Cristiano Cordeiro. A legenda protagonizou a luta democrática de classe no Brasil em várias oportunidades históricas, sendo posto na ilegalidade também por diversas vezes, como em 1935, após a derrocada da Intentona Comunista. Do PCB são originários outras legendas dos dias de hoje como o PPS e o PCdoB, urgido após o rompimento da antiga legenda com a ortodoxia stalinista. Entre seus dirigentes mais ilustres estão Luiz Carlos Prestes, Jorge Amado, Carlos Mariguella e Jorge Amado. Hoje reduzido a um pequeno número de militantes o PCB viveu os tempos áureos na década de 40, quando elegeu 14 deputados federais, um senador e teve 10% dos votos na eleição presidencial."
(Com Blog da Folha)

4 comentários:

Alfredo Carlos ! disse...

Amigos fraternos, posso falar de memória sobre o Partidão. conheço profundamente a história gloriosa do PCB, são anos a fio lutando pela defesa do operariado brasileiro. Conheço a luta do Senador Luís Carlos Prestes, que passou 9 anos na cadeia, na ditadura Vargas. Conheço as perseguições, as mortes, o exílio de vários membros do comitê Central. Na constituinte de 1946, o partidão fez vários deputados Federais e um Senador. Prestes, Deputado por vários estados e Senador eleito, Gregório Bezerra, Alcedo Coutinho, Jorge Amado, Carlos Mariguela e tantos outros que lutaram pelo povo Brasileiro, até terem o seu registro cancelado por ordem do Presidente dutra em 1947. O Superior Tribunal de Justiça, naquela época se curvou ao Presidente Dutra, dando o parecer pela cassação de 13 Deputados Federais e um Senador pelo placar apertado de 3X2. Caiu o registro e também cairam os constituintes eleitos pelo povo. É uma história muito linda, que haveremos de contar mais ainda lá na frente.

Deodato Ramalho disse...

Alfredo,
além dos patriotas que você mencionou, que participaram de todas as lutas pela democracia e pela construção de sociedade justa, igualitária, vale dizer, socialista, houve um boaviagense de destaque nas hostes do PCB. Refiro-me ao David Capistrano (lá do Jacampari). Deputado por Pernambuco, participou da chamada intentona comunista de 1935. Na época, salvo engano meu, ele era cabo do exército brasileiro. Na ditadura de 1964 foi assassinado e seu corpo não foi encontrado.

Alfredo Carlos ! disse...

Amigos fraternos, conforme Deodato mencionou, Davi Capistrano da Costa, foi também um baluarte na luta contra ditaduras e sempre em defesa dos oprimidos de Pernambuco. David, foi Deputado Estadual eleito para a Constituinte Estadual em 1946, ainda hoje em Pernambuco, quem tem mais de 70 anos lembra dele. Dizem que sua máxima, era a coragem de um leão, enfrentava qualquer parada, muito valente, atencioso e muito digno. Saiu de Jacampari aos 11 anos de idade, e nunca mais voltou. Foi para o Rio de Janeiro, onde serviu na Aeronáutica, chegando ao posto de cabo e auxiliar na aviação. Participou da resistência Francesa na guerra, lutou contra o ditador Espanhol Francisco Franco, foi prisioneiro de Hitler nos campos de concentração, conseguindo escapar milagrosamente, voltando ao Brasil, instalou-se em São Paulo, casou-se com uma Paraibana, tendo com a mesma 3 filhos, um deles homem, que foi Prefeito de Santos. Esse bravo Cearense, em 1964 conseguiu fugir ao cerco dos militares e foi para a antiga Tchecoslováquia, 10 anos depois, com muitas saudades do Brasil, tentou voltar pela fronteira do Brasil com o Uruguai, sendo preso no Rio Grande do Sul no natal de 1973. Foi trazido para o Doi-Cod de São Paulo, sendo barbaramente torturado e posteriormente morto pelos agentes da repressão. Seu corpo jamais foi encontrado, ficando a viuva dona Maria e duas filhas, juntamente com David Filho sem o Pai e marido respectivamente. Todos esses fatos estão nos anais da Assembléia Legislativa de Pernambuco, inclusive em um livro em homenagem ao Davi. Tive acesso a esses documentos, que contam muito mais dessa grande figura de Cearense e Brasileiro.

Alfredo Carlos ! disse...

Meus amigos, tenho muito orgulho de falar sobre o Partido Comunista, na realidade tenho grande prazer, escrevendo ou batendo papo com os amigos, adoro discorrer sobre várias curiosidades dos seus membros. Havia em Recife um camponês chamado Gregório Lourenço Bezerra, natural do Municipio de Panelas de Miranda-PE. Essa grande figura tornou-se comunista, lutou muito em defesa das causas operárias e do campesinato, juntamente com outros companheiros. De tanto lutar pelos oprimidos ele foi eleito em 1946, o deputado Federal mais votado de Pernambuco, teve naquela época mais de 13 mil votos, sem gastar um centavo, tudo por conta do seu lindo trabalho. Quando falo de Gregório fico com grande emoção,fico sempre a pensar, como a coisa ainda hoje podia ser daquele jeito, sem essa maldita compra de votos que só faz nos empobrecer cada vez mais. Eu via em Gregório, um modelo de político, uma vocação nata, sua cabeça branca, sua luta, seu interesse pelos pobres, algo assim muito cristão, apesar do seu fundamentalismo pelo ateísmo e materialista com convicção. Mesmo assim, eu o via com outros olhos, parecia mais cristão do que muitos padres católicos e pastores evangélicos, ele era a verdadeira encarnação de uma pessoa preocupada com o sofrimento alheio. vivia para os pobres e pelos pobres, chegando naquela altura da vida ao posto de Deputado Federal eleito por Pernambuco, no meio de vários tubarões, usineiros, comerciantes, industriais e outros. Falo de coração e com muitas saudades de Gregório Bezerra, a quem conheci pessoalmente nos verdes anos de minha vida.