quarta-feira, 25 de março de 2009

PREFEITO USA DESCULPA DA CRISE PARA ESCONDER SUA OMISSÃO


O nosso prefeito de Boa Viagem, Fernando Assef, após quase três meses de administração e de quase três meses de ausência do Município, começa a articular uma aparentemente boa desculpa para a sua pouca afeição ao trabalho, para a sua fama de descumpridor da palavra e das promessas de campanha. É certo que a crise mundial, mesmo tendo o seu núcleo central na maior economia do mundo, os Estados Unidos, terá reflexos também em Boa Viagem, tendo em vista a queda de arrecadação que afetará os valores do Fundo de Participação dos Municípios, repassados pelo governo federal. Como se sabe o FPM é a principal fonte de financiamento dos pequenos municípios brasileiros. Isso, no entanto, ainda não se fez sentir nos pequenos municípios, por isso utilizei o verbo ter no futuro (terá).

Ocorre, todavia, que essa desculpa - a crise - AINDA não pode ser alegada pelo prefeito como fundamento para a sua inércia e para a completa desorganização do início de sua gestão. Por quê digo AINDA? Porque os problemas até aqui enfrentados nada têm a ver com falta de dinheiro, mas sim falta de compromisso com o interesse público e incapacidade do gestor de tocar o barco. Se o prefeito estiver sendo sincero na apresentação dessas suas amareladas desculpas ele pode fazer uma coisa simples para mostrar isso: divulgar todas as receitas e todas as despesas do Município dos meses de janeiro, fevereiro e de março (até esta data).
Postado por Deodato Ramalho.

8 comentários:

Funcionário decepcionado disse...

Meu prezado ouvinte já que não se pode colocar a Isabel do Alício, pois vamos colocar ana assef. Já que a coisa está parecida com um caminhão virado numa serra, eles não tem mais o que fazer inventaram um almoço para manipular os funcionários já que é pago com o dinheiro dos funcionários. O prefeito não tem mais o que fazer só fala em crise. o que tem a ver boa viagem com crise se o problema é lá nos estados unidos. Meu povo pelo que vejo o PSDB é cheio de maracutaia e mafioso. Votei no 45 mas estou arrependido, nunca mais. Pelo que vejo esse prefeito é muito mentiroso, pois prometeu 8.000 empregos em campanha e agora está se escondendo. Esses secretários que ele colocou é igual urubu que puxa até a tripa gaiteira. Eita boaviagenses cuidado pois o buraco está se abrindo e a coisa está ficando feia.

Carla Maria disse...

Srs... Ao que pude perceber, o Sr. prefeito tenta atribuir sua inércia a críse econômica nos EUA. Digo inércia devido a total paralização da máquina administrativa, o seu famoso plano de gestão e prjetos para nossa terra que ele tanto falava quando em campanha, ele jogou fora logo depois de empossado. Empregos, cursos profissionalizantes para nós jovens, oficinas profissionalizantes, primeiro emprego... TUDO FALACIAS. Imagino que haverá alguma diminuiçao de verbas para o município, mas isso não é motivo para ficar ''mergulhado'' ou melhor, escondido da população por tras de um monte de secretarios e acessores incompetentes. Porque então prometer, se sabia que não poderia ou talvez não queria cumprir?? Já esta na hora de parar de substimar a nós população de Boa Viagem, população essa que te confiou a direção do nosso municipio. Como eu, muitas pessoas que votaram no Sr Fernando, estão decepcionadas e arrependidas de ter lutado tanto para que o Sr Fernando chegasse a prefeitura. O POVO TÁ SOFRENDO ENQUANTO O PREFEITO FAZ FESTA! PS: ABAIXO O ODORICO PARAGUASSÚ DO SERTÃO CENTRAL !!!
Carla Maria

Boaviagense sensato disse...

Transcrevo a matéria do Jornal Diário do Nordeste de hoje. Olha que o comentário está sendo feito pelo líder bloco PT-PSB-PMDB:

O deputado Welington Landim, líder do bloco PSB-PT-PMDB na Assembléia Legislativa, irá convocar uma audiência pública para debater a diminuição do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Para o parlamentar, os representantes do povo não estão dando a devida atenção a um problema que poderá causar desemprego pela dificuldade das prefeituras em honrarem seus compromissos. Ele cobrou a participação do Congresso Nacional, das Assembléias e dos governos dos estados para pressionar o governo federal a resolverem o problema.

Welington Landim quer reunir a Associação dos Prefeitos do Ceará (Aprece), os vereadores de todo o Estado, deputados estaduais, federais e membros do Governo do Estado para debaterem o assunto e da reunião tirar uma pauta de reivindicações e sugestões para serem levadas às instâncias mais elevadas do poder público brasileiro com o intuito de reverter a diminuição do repasse de FPM para as cidades de todo o Brasil.

´O município é a unidade da federação que está mais próxima das pessoas. Tudo que é cobrança, mesmo dos assuntos que são responsabilidade dos estados e do Governo Federal, chegam às prefeituras. Algumas delas sobrevivem apenas com os recursos do FPM e se não revertermos o quadro, algumas prefeituras vão demitir funcionários´, alertou

Prejudicados

Landim voltou a dizer que a medida do Governo de reduzir o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) é a grande vilã deste problema. ´Na ânsia de resgatar a indústria automobilística do País, o Governo prejudicou e muito as prefeituras dos menores municípios´, pontuou Landim.

Ele quer uma maior união entre os parlamentares, que possuem ligações com os municípios, para cobrarem uma forma de compensação pela redução do FPM. ´É preciso maior movimentação da classe política para defender os municípios´, enfatizou. Segundo ele, nem os técnicos do Governo Federal sabem qual vai ser o verdadeiro impacto da crise nos municípios e esse é o maior perigo, conforme alerta.

Responsabilidade

O deputado Manoel Castro Neto (PMDB), em aparte, lembrou a questão do piso salarial do magistério, instituído através de lei federal, e também a obrigatoriedade de pagar um salário mínimo para os servidores municipais, como complicadores futuros para a situação dos executivos municipais.

Segundo Neto Nunes (PMDB), os prefeitos do Interior estão ´de pires na mão´ para honrar os compromissos assumidos, em alguns casos, por gestões anteriores.

Aluisio Souto disse...

De Aluisio Souto para Dr Deodato Ramalho

Boa tarde ilustre personalidade deste Brasil! Gostaria de externar meu respeito e profunda admiração por este profissional q tanto dignifica a cidade de Boa Viagem. Dr Deodato vc é motivo de orgulho para nós q temos compromisso com a
verdade, com a seriedade e a honra, valores q, infelizmente, estão em desuso nestes novos tempos de pouca vergonha q assola o cenário politico brasileiro.
Vc se faz presente p/ mostrar a face oposta desta triste realidade. Meus parabéns a vc!
Dr Deodato, pesquisando na internet a respeito dos muitos
processos q responde o atual prefeito de nossa querida Boa Viagem, encontrei esta informação q extraio na integra do blog do radialista Lindomar Rodrigues.
Diz o seguinte: "MP oferece impugnação de candidatura em Boa Viagem
O Ministério Público do Estado do Ceará, através do promotor de Justiça Eleitoral na comarca de Boa Viagem, Marcus Vinícius Amorim de Oliveira, interpôs, no dia 10 de julho de 2008, um pedido de impugnação de registro de candidatura contra o candidato a prefeito daquele município pela coligação “Força do Povo”, Fernando Antônio Vieira Assef (PSDB), acusado de improbidade administrativa. O Ministério Público Eleitoral pede que o juízo
da 63ª Zona Eleitoral de Boa Viagem julgue procedente o pedido de impugnação, de modo a indeferir o registro de candidatura.
Segundo o promotor eleitoral,
conforme os documentos disponibilizados pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará (TCM), o candidato impugnado possui vida pregressa “absolutamente comprometida” para o exercício de mandato eletivo, consistente em “inaptidão e improbidade” no exercício da gestão da coisa
pública. Marcus Amorim observa que a circunstância impossibilita o deferimento do pretendido registro de candidatura, uma vez que Fernando Assef possui contas
de governo e de gestão esaprovadas em caráter definitivo pelo TCM."
Pergunto-lhe, qdo o juiz dá um parecer favorável em situação dessa natureza, contrariando o parecer do MP, q medidas o MP poderá/deverá tomar p/ assegurar
o cumprimento da lei?

Maria Dias disse...

De mariadias para Deodato

Este veículo de comunicação que você
disponibilizou para seus conterrâneos
(sobretudo) está sinalizando algo novo em Boa Viagem. Por isso incomoda aos
desavisados e aos que ainda não chegaram ao século XXI. Acredito nele como
algo que está contribuindo para desvendar muita cegueira escondida atrás da
corrupção. Ja estivemos politicamente em posições covergentes e
divergentes e sempre nos respeitamos como cidadãos que sabemos ser. Quero
testemunhar o seu idealismo e sua luta por um País onde haja justiça social e
reconhecer publicamente que em nenhum momento você atribuiu o adjetivo corrupto
ao Mazinho. Você sempre lidou com a verdade. Por estas e outras é que somente
aqueles que não têm coragem de assumir sua identidade querem te macular. Com
certeza nunca vão conseguir.

Anônimo disse...

COMO O PREFEITO RELATA EM SEUS DISCURSOS QUE ESTAMOS VIVENDO UM MOMENTO DE CRISE E ELE ENVIA PROJETOS PARA CAMARA AUMENTANDO O SALARIO DE SEU SECRETARIADO E CRIANDO SECRETARIAS PARA A SUA IRMÃ E O CUNHADO DELA.AFINAL A CRISE SÓ EXISTE PARA NÓS ASSALARIADOS E PROFESSORES? NOS EXEPLIQUE DR.DEODATO OU MESTRA MARIA DIAS, AFINAL SÓ TEMOS QUE RECORRER A VCS, PESSOAS CAPACITADAS EM NOSSO MUNICIPIO. BOA NOITE

Deodato Ramalho disse...

Escute-nos dia primeiro de abril. Mostraremos a falsidade do prefeito.

Anônimo disse...

minha esposa foi ao PSF da boaviaginha que funciona na casa da irmã do valdimiro,lá chegando o médico disse que não ia ter atendimento pois o mesmo estava esperando a auxiliar para viajar para o interior; a auxiliar não apareceu , amesma tinha sido lotada em outr psf. à tarde retornou ao PSF e continuou sem atendimaento. que saúde é essa?