segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

MESMO COM POUCA COBERTURA POLICIAL FISCAIS DA SEMAM CONTINUAM APREENDENDO PAREDÕES DE SOM...

PRÉ-CARNAVAL 23/01/2012 - 01h00o Paredões de sm são apreendidos na Praia de Iracema
FOTOS KLÉBER A. GONÇALVES 
O fim de semana de Pré-Carnaval resultou na apreensão de cinco paredões de som, só na Praia de Iracema. São seis os equipamentos apreendidos pela Semam em 2012. E a fiscalização vai continuar
Fiscais da Semam apreendem paredão de som na Praia de Iracema
Paredões de som são apreendidos na Praia de Iracema
Paredão até a madrugada
O funk de duplo sentido ecoava pela avenida Monsenhor Tabosa. Estacionado irregularmente na esquina com a rua Dom Joaquim, o carro garantia a festa de algumas moças, que rebolavam até o chão, mas perturbava o sossego de motoristas parados no engarrafamento de fim de festa e moradores da região. Ignorando a legislação municipal, os paredões de som fazem parte da paisagem – e da trilha sonora – do Pré-Carnaval de Fortaleza. 
A Lei do Paredão, sancionada em março do ano passado, proíbe o funcionamento dos equipamentos em locais públicos. Porém, todo fim de semana é do mesmo jeito: a Praia de Iracema fica lotada de pessoas que abrem o porta-malas do carro e compartilham o som com quem estiver de passagem. Queira você ou não. Cinco tiveram o funcionamento interrompido e foram apreendidos pela fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano (Semam) na noite de sábado e madrugada de ontem.
Ao redor de um dos paredões apreendidos, estacionado na esquina da rua Historiador Guarino Alves com a avenida Historiador Raimundo Girão, uma roda de samba havia se formado. As caixas de som instaladas no porta-malas do carro eram alto-falante da banda de pagode. Os amigos se reuniram para fazer a festa dos foliões, após a passagem dos blocos oficiais. Mas a festa era irregular e foi interrompida pela fiscalização. “Tava bom demais pra ser verdade”, lamentou de imediato uma moça. “Não tem nenhuma placa aqui avisando que não pode”, reclamava um rapaz. Porém, entre reclames e dúvidas, o equipamento foi removido pela fiscalização.
O universitário Saturio Malaba, 27, aproveitava o pagode ao lado da namorada, a operadora de telemarketing Tatiana Costa, 26. Natural de Guiné-Bissau, na África, e morador de Fortaleza há cerca de um ano, Saturio questionava a proibição. “No meu país, dia de festa é dia de festa. Isso de proibir só existe aqui. Se aqui é assim, tem que cumprir”, lamentava. A namorada tentava explicar: “aqui é desse jeito”. O dono do carro não quis se identificar à reportagem, mas reclamou da falta de notificação. “Não podem chegar aqui e apreender”, dizia.
Na mesma rua, outro equipamento foi apreendido. Apesar de não ser necessário, pela lei, medir a intensidade do som, os fiscais da Semam constataram que a música chegava a 102 decibéis. “Estou sabendo que é proibido agora. Eu só abri a tampa do carro. Tinha que ter sido notificado”, reclamava o comerciante Junior Lima, 28, dono do carro.
A lei, porém, não exige que os proprietários de paredões sejam notificados da irregularidade, afirma o coordenador da equipe de fiscais da Semam, Jeremias Queiroz. Por isso, a fiscalização chega e leva o paredão, que pode ser recuperado com pagamento de multa.
A fiscalização trabalha no Pré-Carnaval realizando rondas pela Praia de Iracema e atendendo denúncias. Enquanto a equipe do O POVO acompanhava uma das apreensões, na noite de sábado, um morador passou e avisou que estava “insuportável” o volume de um veículos estacionado em frente ao prédio em que ele mora. Quando os ficais chegaram, porém, apenas notificaram o proprietário do equipamento, que fechou o porta-malas e foi embora.

Por quê

ENTENDA A NOTÍCIA

A fiscalização é realizada porque os paredões de som são proibidos por lei, sancionada em março do ano passado. Este ano, seis equipamentos foram apreendidos nos dois fins de semana do Pré-Carnaval.
Saiba mais
Atuação da Semam devia ser acompanhada por policiais militares da Companhia de Polícia Militar Ambiental (CPMA).
Porém, os homens foram atender uma ocorrência e não voltaram até a hora em que a reportagem do O POVO acompanhava a fiscalização, por volta das 21h.
Nenhum policial militar foi encontrado enquanto a reportagem circulou pela avenida Historiador Raimundo Girão. Apenas homens da Guarda Municipal foram vistos no local.
Um princípio de confusão e correria chegou a acontecer na avenida, no começo da noite, mas em pouco tempo tudo voltou ao normal.
A avenida Monsenhor Tabosa se transforma em estacionamento, em noite de Pré-Carnaval. As calçadas e as esquinas ficam tomadas por carros, motoristas trancam os cruzamentos e o trãnsito fica lento. A reportagem viu apenas dois agentes da AMC circulando pela Praia de Iracema.
Bebidas alcoólicas são vendidas sem fiscalização na Praia de Iracema. Apesar da presença da fiscalização da Prefeitura, adolescentes são vistos consumindo bebidas sem qualquer impedimento

10 comentários:

Arnaldo Cavalcante disse...

Amigos olhe que interessante, ganhei uma agenda de duas amigas Aurenir e Célia, e em suas páginas no dia a dia tem trechos da Biblia Sagrada, e hoje dia 23 esta PRIMEIRA LEITURA: 25m 5,1-7.10 EVANGELHO Mc 3.22-30.

Os escribas vindos de Jerusalém diziam que ele estava possuído por Beelzebu e expulsava os demônios pelo poder do chefe dos demônios, Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: "Como pode Satanás expulsar Satanás ? Se um reino se divide internamente, ela não consegue manter-se. Assim também, se Satanás se lavanta contra si mesmo e se divide, ele não consegue manter-se, mas se acaba ...Em verdade, vo digo: tudo será perdoado as pessoas, tanto os pecados como as blasfêmias que tiverem proferido. Aquele, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo nunca será perdoados; será réu de um 'pecado eterno'". Isso, porque diziam: "Ele tem um espírito impuro".

COMENTÁRIO:

Os chefes religiosos de Jerusalém, sediados no Templo e no Tesouro, enviam escribas para espionarem Jesus e colherem informações sobre suas atividades. Certamente os fariseus da Galiléia, perplexos com a prática de Jesus, pediram ajuda a mátriz, em Jerusálem.
É próprio de quem esta no poder acusar os opositores de agitadores, pertubadores da ordem ou da harmonia, ou, em um enfoque religioso, possessos do demônio. Os escribas detinham o poder religioso e legitimavam-se afirmando ser eles os legítimos representantes de Deus. Em conseqüência lógica e oportunista , denunciavam Jesus, que divergia de sua posição e de seu poder, como sendo possesso do demônio. Hoje também, quem diverge do poder e de seus aliados é considerado como sendo do mal.
(cf 10 jun, 15 mar).

madalena disse...

Ouvindo a reclamação de uma senhora na FM LIDER, achei que nossa situação política chegou ao fundo do poço, esta senhora estava reclamando que uma agente de saúde do Capitao Mor fez o convite a todos para uma palestra , mais lembrando que esta mesma senhora não estava culpando a Agente de Saúde, e o que apareceu neste PSF foi o ATENOR FOTOGRAFO para fotografar o povo e colocar mentiras r Nas placas e jornalzinhos pagos pelo o nosso dinheiro das ações deste MALAVELHA. ETA BOA VIAGINHA DE PESSOAS FACIL DE SEREM ENGANADOS.

Anônimo disse...

Esses pessoal dos paredões estão sendo besta. fazendo zuada no lugar errado. É só vir aqui prá boa viagem. Aqui tudo de ruim pode. O prefeito apoia todo tipo de irregularidade. A baderna rola solto. é no centro. é na la boeme. é na igreja etc...

O inferno é aqui.

Amâncio José disse...

Gostaria de manifestar a minha alegria e felicidade ao ver o PT de Boa Viagem lançar a companheira Anete pré-candidata a Prefeita de Boa Viagem. Além da condição de mulher, a companheira é uma trabalhadora rural que muito engrandece a disputa eleitoral pela sua história de vida pautada em preceitos éticos invioláveis. Avante companheira.

Anônimo disse...

a que nivel chegou a politica de boa viagem comemorar o lançamento da candidatura de uma pessoa como a dona anete e ainda se falando em etica será q ela tem a mesma etica do filho joão paulo q se tornou evangelico e já passou por varias igrejas ate fundar uma pra ele será q isso é etica ou questão de interesse proprio e essas são as pessoas de etica de boa viagem fica a pergunta.

Deodato Ramalho disse...

Sempre fico na dúvida em comentar algo escrito por um anônimo. É que a gente não tem como.saber se se trata de pessoa de bem, de um escroque ou de um ignorante (no sentido da falta de conhecimento). Contudo, acerca desse comentário infeliz sobre a cidadã (melhor seria escrever Cidadã com C maiúsculo) é imperioso lembrar que um eventual defeito de caráter de uma pessoa jamais pode ser imputado a outra só por conta do parentesco. E olhe que esse ataque ao João Paulo é absurdo. De fato, se for condenar alguém por haver trocado de igreja ou de religião não vai ter fogueira que dê conta. A Anete é sim uma grande cidadã, politizada, decente. Seguramente ela eleva o nível político rasteiro wue tem dominado a política de Boa Viagem.

Anônimo disse...

Caro dr Deodato apenas fiz uma pergunta se esse fato de mudar de igreja constantemente e uma questão de interesse próprio e não fiz nenhuma critica a dona anete apenas temos que saber dos fatos como realmente são e buscar ver a realidade longe de mim julgar alguém agora temos que apurar antes de em Deusar ou crucificar.

Deodato Ramalho disse...

Penso que você continua a cometer o equivoco de estender a uma pessoa o defeito que você vê na outra, apenas pelo fato de uma ser a mãe do outro. Cada pessoa responde pelos seus atos ou atitudes.

Anônimo disse...

Qual é o problema de mudar de religião?!!

São todas "fake" mesmo.

Amâncio José disse...

Ao anônimo que se refere à companheira Anete por tabela quero dizer que Deus dá livre arbítrio ao homem para fazer suas escolhas, inclusive mudar de religião como é o caso do João Paulo.

A companheira Anete não pode responder pelos atos de outros. É uma companheira de valor e muito acrescentará se for a escolhida para a disputa eleitoral de 2012 em Boa Viagem. Nosso município ganhará mais ainda se ela por uma graça de Deus for a eleita. Tenho certeza que Boa Viagem dará o salto de qualidade que nosso povo precisa para aportar no século XXI com a dignidade e o caráter que é característico da companheira Anete.

Triste é você usar o livre arbítrio que Deus lhe deu para proferir seus impropérios. Assim mesmo é o livre arbítrio. Fica na paz e que Deus ilumine sua mente e seu coração para que dentro de um debate qualificado possa dar a sua contribuição para nossos conterrâneos e para sua alma anônima.